Belford Roxo inaugura Cras do bairro Sargento Roncalli

agosto 10, 2020 /

A Prefeitura de Belford Roxo acaba de inaugurar mais um Centro de Referência da Assistência Social (Cras). Localizado na rua Jackson Martins, bairro Sargento Roncalli, o equipamento possui 12.867 famílias cadastradas, sendo 134 do Programa de Atenção Integral às Famílias (PAIF).No Cras funcionará o polo de Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) Marcos Jorge Pontes Medeiros, que já possui 19 jovens inscritos, 21 crianças e 51 idosos.

A estrutura física do equipamento divide-se em sala de coordenação, recepção, sala de reuniões, sala administrativa, duas salas de atendimento coletivo, sala de atendimento individual, brinquedoteca, sala de uso coletivo, três áreas externas cobertas para a realização de atividades, três banheiros femininos (sendo um adaptado), três banheiros masculinos (sendo um adaptado), duas copas/cozinhas e almoxarifado. O local conta ainda com psicólogo, pedagogo, assistentes sociais, auxiliares administrativos e de serviços gerais, educador físico, orientadores e oficineiro.

Equipamentos da Assistência Social

A Assistência Social e Cidadania, através da Proteção Básica, possui 13 Cras e três polos de SCFV atendendo cerca de 97 mil pessoas. Estão em acompanhamento no PAIF 1.710.

Os serviços ofertados nos Cras são divididos da seguinte forma: Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF), Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos e Serviço de Proteção Social Básica no domicílio para pessoas com deficiência e idosos.

Já na Proteção Social Especial de Média Complexidade, a Secretaria possui três Creas que acompanham 391 famílias e/ou indivíduos em situação de violação de direito. Existe também um Centro Pop, reinaugurado recentemente atendendo 121 indivíduos.

Agora, na de Alta Complexidade, a Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania (Semasc) tem um Espaço da Família Acolhedora, também inaugurado recentemente E uma Casa de Passagem que se encontra em processo de readequação.

Aloma Carvalho