BAIXADA TERÁ ENTREGA DE LIVROS NO PATRONATO NAS COMEMORAÇÕES DE SEU DIA AMANHÃ (30)

abril 29, 2021 /

Para marcar o 30 de abril, Dia da Baixada, serão entregues os livros Escritas Iguaçuanas – Publicações na Cidade Perfume, para bibliotecas de Nova Iguaçu . A iniciativa é de Claudina Olivêira, que lançou o livro digital em março.
Para Claudina essa é uma data muito importante, pois foi uma ação idealizada e aprovada pelo Fórum Cultural da Baixada Fluminense sendo sancionada Lei de Nº 3.822, de 02/05/2002, cuja intenção é a de celebrar os valores da região e discutir os problemas atuais, com a participação consciente de toda a sociedade.
Os livros serão doados às bibliotecas de Nova Iguaçu e para as autoras vivas que figuram no livro. Todas receberam o convite, e a maioria confirmou o recebimento bem como o desejo de receberem o livro impresso.
Seguindo os protocolos de prevenção à Covid-19, a entrega dos livros será realizada no varandão do Centro Social São Vicente (Patronato), local aberto, arejado, com orientações de utilização correta da máscara e disponibilidade de álcool para todos.
SERVIÇO
Entrega do livro Escritas Iguaçuanas – Publicações na Cidade Perfume. Data: 30 de abril, Dia da Baixada (sexta-feira). Horário: Das 10 às 16h. Local: Centro Social São Vicente (Patronato). Rua Governador Portela, 382 – Centro – Nova Iguaçu.
fotos: Divulgação

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.