Apático, Botafogo perde em casa e vai disputar a série B pela terceira vez

fevereiro 6, 2021 /

Iago Maidana  ( foto) marcou em cima os atacantes do Botafogo e ainda fez o gol da vitória

 

Não deu para o Botafogo! Derrotado nesta sexta-feira (5) pelo Sport, no Engenhão, o alvinegro carioca carimbou sua terceira queda (as outras foram em 2012 e 2014) para a Série B. O time lutou, mas não conseguiu superar o Sport, que venceu por 1×0, com gol de Iago Maidana de pênalti. O Botafogo começa uma reformulação pensando em montar um time barato para a segunda divisão.
O Botafogo até começou bem e deu a impressão que venceria a partida. Aos 4 minutos, Victor Luís cruza pela esquerda e Mateus Nascimento bate de primeira. Luan Polli faz boa defesa. Aos 11, Cesinha recebe pela esquerda e chuta para fora.
O Sport responde. Dalberto arremata de fora da área, a bola resvala na zaga e vai para escanteio. Aos 19, Marcão aproveitou uma sobra e chutou. Diego Loureiro defende e salva o Botafogo. Mas o time pernambucano abriu o placar aos 21 com Iago Maidana cobrando pênalti. O VAR pegou um toque de mão de Romildo dentro da área. O Sport quase aumentou em um chute de Ewerton que passou perto do gol.
O Botafogo começou o segundo tempo pressionando o Sport. Aos 4, Romildo aproveita um cruzamento e chuta de primeira, mas a bola vai por cima. O time continua apertando o Sport. Kevin cobra uma falta direto para o gol e Dalberto faz o corte.
O garoto Matheus Nascimento começa a chamar o jogo para si. Em uma jogada pelo meio, ele chuta forte e Gustavo Polli defende. O Botafogo continua a pressão. Aos 21, Zé Welison dá um chutaço de fora da área e a bola passa muito perto do gol de Gustavo Polli. Aos 26, Zé Welison arrematou de novo para fora.
O Botafogo avançou as linhas e pressionou o Sport. Caio Alexandre fez boa jogada pelo meio e chutou. Luan defendeu. O tempo ia passando e o desespero aumentando. Aos 30, Rafael Navarro bate cruzado e quase empata.
O Sport se aventurou em um contra-ataque. Sander cobrou escanteio e Dalberto cabeceou para a defesa de Diego Loureiro, mas a arbitragem anulou a jogada por falta no ataque. O time pernambucano começou a amarrar o jogo e, sem forças, o Botafogo não conseguia furar o bloqueio.
Ao Botafogo resta juntar os cacos, planejar a Série B e tentar voltar ano que vem à elite do futebo brasileiro.

foto: BFR

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.