André Ceciliano afirma que a reforma da previdência estadual será o maior desafio da Alerj em 2021

fevereiro 4, 2021 /

 

Reeleito presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) na última terça-feira (02/02), o deputado André Ceciliano (PT) falou nesta quinta-feira (02/02), em transmissão ao vivo nas redes sociais do Parlamento, sobre os desafios para o Legislativo estadual no ano de 2021. Ao ser perguntado sobre o maior deles, o parlamentar não teve dúvidas: a reforma da previdência estadual.

Sancionado pelo Governo federal no dia 14 de janeiro, o novo Regime de Recuperação Fiscal prevê uma série de medidas para a efetiva adesão dos estados, como uma nova proposta para a previdência, que deve estar contida no plano econômico requerido para a adesão. “A previdência é, sem dúvida, dentre nossos desafios, o maior de todos. Precisamos garantir a manutenção dos direitos de quem já está no funcionalismo público e fazer mudanças para o futuro, para quem ingressar depois. Mas tudo será amplamente debatido em plenário”, comentou Ceciliano.

Com 32% da população sendo atendida pelo auxílio emergencial do Governo federal (dados de agosto de 2020), outra tarefa será encarar o fim do programa. Foi pensando nisso que o deputado apresentou o projeto de lei 3.488/21, com o programa “Supera Rio”, que pretende oferecer auxílio de até R$ 300 (R$ 200 por pessoa e mais R$ 50 para até dois filhos) para cidadãos com baixa renda, e também disponibilizar uma linha de crédito de até R$ 50 mil para pequenos empreendedores.

“Mais importante que a ideia do programa de renda são as fontes, como financiá-lo. Por isso apresentamos um Projeto de Emenda à Constituição estadual que destina 30% de certos fundos, como o de combate à pobreza, para o auxílio ao cidadão fluminense. Junto com outras fontes pretendemos arrecadar até R$ 4 bilhões para o programa de renda mínima, para serem distribuídos entre março e dezembro deste ano”, destacou o parlamentar.

No início de um ano que ainda será marcado pelo enfrentamento da pandemia do coronavírus, a saúde não poderia deixar de ser assunto. Ceciliano prometeu uma Assembleia ativa no combate à covid-19 e avançando contra outras doenças: “No fim do ano passado fizemos o repasse de R$ 20 milhões à Fiocruz, para enfrentar a covid nas áreas mais necessitadas. Agora estamos conversando com a Fiocruz para fazer um plano em médio e longo prazo, para erradicar a tuberculose no estado. É um problema gravíssimo, uma doença altamente contagiosa, e temos visto muitos casos em algumas regiões”.

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.