Agentes vão às ruas em Belford Roxo para combater a dengue

novembro 27, 2021 /

As crianças estão sendo conscientizadas sobre ocombate à degue através de teatro de fantoches.

fotos: Rafael Barreto/PMBR

A Prefeitura de Belford Roxo realizou o Dia D de Combate à Dengue na Praça Eliaquim Batista, no Centro do município. Durante a manhã, cerca de 200 agentes estiveram reunidos na rua, onde ocorreram dinâmicas de conscientização, palestras, teatro para crianças por meio de fantoches, atrações musicais e laboratórios de entomologia com demonstrações do ciclo de vida dos mosquitos, insetos e os animais venenosos.  De janeiro a 1º de novembro, Belford Roxo registrou apenas 10 casos de dengue e um de chikungunya.

Para o subsecretário Estadual de Vigilância e Atenção Primária à Saúde, Mario Ribeiro, o município cumpre as diretrizes municipais e estaduais de combate às endemias. “Belford Roxo está de parabéns. Nem sempre o inseticida funciona no domicílio e a população tem um papel fundamental em colaborar com o serviço público. É importante obedecer as orientações e afastar o vírus da nossa casa e das nossas famílias. Não podemos relaxar em casa. A pandemia não afetou o mosquito. Ele ainda está no mesmo lugar. Continue fazendo o trabalho dentro de casa, pois esse assunto é muito sério”, declara Mario Ribeiro.

Agentes de endemias estão indo às ruas em Belford Roxo para combater o mosquito da dengue

 Ações de conscientização

O subsecretário de Saúde, Brayan Lima, destacou que o município terá outras capacitações para os agentes de endemia. “É necessário que eles estejam preparados quando visitar as casas, tirar as dúvidas, orientar a população de Belford Roxo. Em 2022 será ainda melhor. Falo com convicção. Quem está na rua consegue ver que os nossos agentes trabalham com a conscientização de forma constante.  Eles entendem que podem salvar vidas”, informou Brayan Lima.

O diretor do Controle de Vetores e Zoonoses, Alexandre Pinheiro, acompanha a formação dos agentes no município e apoia as ações de conscientização. “Esse evento começou em 1993 em Belford Roxo e nós precisamos ter muita atenção com isso. Visitando as casas, os estabelecimentos e espaços públicos. Estamos nos preparando para o verão principalmente, uma das estações mais agitadas. É fundamental que a população esteja sensível e também possa aderir às ações dos agentes, conclui Alexandre.

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.