Vereador de Maricá e o filho dele são assassinados a tiros

agosto 22, 2019 /

vereador Ismael Breve de Marins (DEM), de Maricá, na Região dos Lagos, e o filho dele, André Marins de Marins, foram encontrados mortos em casa, na Rua Agrípio Luis da Costa, no bairro Zacarias, naquele município, na madrugada desta quinta-feira. Policiais militares do 12º BPM (Niterói) estão no local. A perícia da Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DHNit/SG) foi acionada. De acordo com a Polícia Militar, Ismael e Thiago foram assassinados a tiros.

Em nota, a Câmara Municipal de Maricá lamentou a morte e pediu a apuração do que aconteceu: “A Câmara Municipal de Maricá lamenta, profundamente, a morte do vereador Ismael Breve e de seu filho Thiago Marins. Ambos foram brutalmente assassinados na madrugada desta quinta-feira (22). A Câmara decreta luto oficial de três dias e por isso a Casa de Leis permanecerá fechada neste período. A Câmara pede a apuração dos fatos”.

Também este ano, dois jornalistas que se empenhavam em noticiar acontecimentos políticos de Maricá foram assassinados. No dia 25 de maio, Robson Giorno, de 45 anos, dono do jornal “O Maricá”, foi baleado perto de sua casa e morreu dois dias depois. Ele era filiado ao Avante e tinha a intenção de se candidatar a prefeito na próxima eleição. Fundador do site Lei Seca Maricá, o jornalista Romário Barros, de 31 anos, foi morto com três tiros, no bairro de Araçatiba, em Maricá, em 18 de junho.

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.