Vasco vence o Bangu por 2 x 1 e decide título do campeonato estadual contra o Flamengo em dois jogos

abril 7, 2019 /

Cerca de 30 mil torcedores viram o Vasco vencer o Bangu por 2 x 1 hoje no Maracanã num jogo disputadíssimo e de bom nível técnico. Os gols do vasco foram marcados por Bruino César, de pênalti, aos 53 minutos. O penâlti, que existiu, foi definido pelos árbitros de vídeo. O Bangu, que assustou o Vasco no primeiro tempo ao perder diversas chances de gol, empatou aos 57 minutos, gol de Yaya Banhoro. O gol que deu a vitória ia ao vasco ( que jogava pelo empate ) foi marcado por Yan Sasse, aos 60 minutos. O jogo, disputadíssimo, mostrou que o Bangu não chegou à semifinal do campeonato estadual por acaso. Seu time joga solto, no ataque, e tem bons jogadores, destaque para Jairinho, atacante driblador que fez os torcedores lembrarem dos antigos pontas do futebol brasileiro. Com a vitória, o Vasco – que ganhou a Taaça Guanabara – disputará o título em dois jogos contra o Flamengo, campeão da Taça Rio. Na outra semifinal, disputada no sábado, o Flamengo empatou em 1 x 1 com o Fluminense, gols de Gilberto e Gabigol. O resultado definiu o Flamengo como finalista do campeonato estadual. Há cinco anos que Flamengo e Vasco não disputam uma final do campeonato estadual. Os jogos serão realizados nos dias 14 e 21 próximos.

 

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.