Toni Garrido vai comandar espetáculo musical “Um Palácio de Modinhas” no plenário da ALERJ em junho e agosto próximos

abril 17, 2019 /

O Plenário da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) é um palco de debates e decisões políticas, mas a partir de junho ele também será um espaço para a arte. Durante doze semanas, vai ser apresentado de forma gratuita e aberta à população o espetáculo musical “Um Palácio de Modinhas”, comandado pelo cantor e ator Toni Garrido. Nesta quarta-feira (17/04), Garrido fez uma participação especial na visita guiada pelo Palácio Tiradentes, sede da Alerj, para conhecer um pouco mais do local no qual se apresentará todas as segundas-feiras, entre os meses de junho e agosto.

O espetáculo será realizado em comemoração aos 230 anos da Inconfidência Mineira e faz parte do programa Alerj Para a Nossa Memória, promovido pela Subdiretoria-Geral de Cultura da Alerj, como explicou Nelson Antonio de Freitas, diretor do setor: “Será uma contextualização histórica do que era a música brasileira durante aquele período. A gente tinha o ritmo musical lundu e dele foi criada a modinha, que chegaria à Portugal e originaria o fado, que é a modinha triste”.

As senhas para o musical, que terá de 10 a 12 músicas, serão entregues antes de cada apresentação, que ainda não tem horário definido. “A gente vai ter um sistema muito bacana de ingressos por código eletrônico; não vai precisar nem imprimir”, salientou Nelson.

Nelsonde  Freitas: “As senhas serão entregues antes de cada apresentação”.

Para Garrido, vocalista da banda Cidade Negra, essa também será uma oportunidade de incentivar a procura pelo Palácio Tiradentes. “Há tantas pessoas que passam aqui do lado e sequer entram. Queremos provocar esse impulso de entrar no Palácio, e vai ser um trabalho caprichado, feito com pesquisa e sensibilidade. Para quem se interessa por arte, o Palácio Tiradentes é um prato cheio. Em cada cantinho desse lugar tem arte”, comprovou o cantor após participar da visita guiada.

Também farão parte do espetáculo a harpista Cristina Braga, o contrabaixista Ricardo Medeiros e o flautista José Maria Braga, que também fará a direção musical.

Serviço:

Espetáculo “Um Palácio de Modinhas”
Data: todas as segunda-feiras entre os meses de junho e agosto
Entrada franca

 

foto: Thiago Lontra/Comunicação Social da Alerj

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.