Simone Vianna estréia aula de Dança Materna amanhã(5/6) em Nova Iguaçu. É de graça !

junho 4, 2019 /

Em março desse ano, a bailarina,coreógrafa e professora Simone Vianna concluiu a formação de professora da Dança Materna para Gestantes. Amanhã, quarta-feira (5/6), ela faz sua aula inaugural (gratuíta) no edifício Vitality, à Avenida Mário Guimarães, 318,sala 102, Centro de Nova Iguaçu. ” É um método lindo que propicia conexão da mãe com seu bebê”, destaca Simone, cuja imagem está associada com a Dança Solta, que ela ama demais. “Mas esse trabalho é bem diferente, é outra proposta”, observa.

Tatiana Tardioli, bailarina e criadora da Dança Materna, explica:

– A  Dança Materna é o sonho de uma mãe em movimento que baila com outras mulheres em todas as regiões do Brasil e na Argentina, celebrando a vida, a maternidade e o vínculo afetuoso com os bebês.
E como sementes ao vento espalham a cultura do cuidado entre mães e seus filhos através da DANÇA e ALEGRIA , promovendo vivências que nos aproximam da nossa própria humanidade.
Estamos conectadas com a potência da vida em uma imensa rede de mulheres, professoras, crianças e famílias, que insistem em bailar o mundo com poesia. Circulando por todas as terras na batida de muitos corações, de mãos dadas com nossas irmãs, com nossos filhos e com a natureza.

Fotos de Sara Rangel

Depois de fazer sucesso como professora de dança solta, Simone Vianna agora estréia dança materna.

 

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.