Sessão de cinema gratuita em Nova Iguaçu

março 14, 2019 /

A Secretaria de Cultura de Nova Iguaçu promoverá, a partir desta quinta-feira (14) o Quintas no Cinema. A ação tem como objetivo aproximar o público do cinema brasileiro através de sessões com exibição de um curta e um longa-metragem semanalmente. As sessões são gratuitas e serão realizadas no Teatro Sylvio Monteiro, sempre as 18h30.

A cada mês um tema diferente guia a escolha dos filmes exibidos, que serão definidos por uma comissão de curadoria e programação formada por agentes da sociedade civil envolvidos e atuantes em diferentes etapas e processos da cadeia produtiva audiovisual.

Para estreia do Quintas no Cinema, a Secretaria de Cultura decidiu homenagear as mulheres escolhendo filmes dirigidos e protagonizados por elas. Confira a programação:

Dia 14/03

Café com Canela, de Glenda Nicário e Ary Rosa – 103′ – Classificação 14 anos

Após perder o filho, Margarida vive isolada da sociedade. Ela se separa do marido Paulo e perde o contato com os amigos e pessoas próximas. Um dia, Violeta bate à sua porte. Trata-se de uma ex-aluna de Margarida que assume a missão de devolver um pouco de luz àquela pessoa que havia sido tão importante em sua juventude.

Dia 21

Que Horas Ela Volta?, de Anna Muylaert – 112′ – Classificação 12 anos

Depois de deixar a filha no interior de Pernambuco e passar 13 anos como babá do menino Fabinho em São Paulo, Val tem estabilidade financeira mas convive com a culpa por não ter criado sua filha Jéssica.Às vésperas do vestibular do menino, no entanto, ela recebe um telefonema da filha que parece ser sua segunda chance. Jéssica quer apoio para vir a São Paulo prestar vestibular. Com alegria e ao mesmo tempo apreensão, Val prepara a tão sonhada vinda da filha, apoiada por seus patrões. Mas quando Jéssica chega, a convivência é difícil. Ela não age dentro do protocolo esperado para ela, o que gera tensão dentro da casa. Todos serão atingidos pela autenticidade de sua personalidade. No meio deles, dividida entre a sala e a cozinha, Val terá que achar um novo modo de vida.

Dia 28

Praça Paris, de Lúcia Murat – 110′ – Classificação 14 anos

Camila é uma terapeuta portuguesa que trabalha na UERJ, onde atende Glória, ascensorista da universidade. Ao longo das sessões Camila se depara com uma realidade bastante violenta, já que Glória foi estuprada pelo próprio pai quando criança e seu irmão, Jonas, é um perigoso bandido que está na prisão. Cada vez mais assustada com os relatos que ouve, ela se sente ameaçada ao mesmo tempo em que Glória passa a vê-la como alguém essencial em sua vida.

Aloma Carvalho