Seropédica pode ficar conhecida como a capital dos bons ventos que sopram no Rio para voos livres

julho 25, 2019 / Sem categoria

Os bons ventos ( leste,nordeste e sudeste) sopram a favor de Seropédica e para aproveitá-los para voos livres com asa delta e parapente é só subir até à rampa Jesus de Nazaré, localizada nas proximidades do Arco Metropolitano, a cerca de 10 quilômetros da Rodovia Presidente Dutra. O local foi descoberto recentemente por Afonso Urbieta Filho, 67, praticante de voo livre há 40 anos na região, paraquedista em 1971 da Brigada e especialista em esportes radicais.

Afonso, que conhece tudo de rampa no Brasil e é referência para sites especializados , quer criar o Clube Seropédica de Vôo Livre. Quem vai ganhar com a descoberta de todos os bons ventos da menor ( em população) da cidade da Baixada, é Seropédica, município conhecido pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, pela violência da milícia e do tráfico e pela pobreza de seu povo.

No Brasil, apenas quatro pessoas tem o nível 4 ( o último) de asa delta e parapente pela Confederação Brasileira de Voo Livre) , o que permite criar clubes desta modalidade de esporte, e Urbieta é uma delas. Ao longo desta semana, ele mostrou a rampa Jesus de Nazaré, sua mais nova paixão,  a dois secretários municipais: os de Esporte e lazer e o de Obras e Serviços Públicos. Gilmar e Afonso, as duas autoridades municipais, ficaram empolgados com o que viram e se comprometaram a viabilizar, na Prefeitura, a proposta de Urbieta.

É a quinta rampa que Urbieta cria na região. Anteriormente, ele descobriu a Rampa do Vulcão ( 850 metros de altura) e a Rampa do Telmo ( 600 metros), ambas em Nova Iguaçu. Foi dele também as descobertas das rampas da Paz, na Chatuba ( Mesquaita), e a da Coragem, em Japeri. Ele foi recordista mundial de paraquedismo no Campo dos Afonsos, no Rio, em 1985. Há 34 anos que ele faz o Natal Radical. Recentemente, passou a ensinar crianças carentes a aprenderem a nadar no Rio Guandu através do projeto Remar é Preciso. Os alunos deste projeto treinam caiaque, stand up, apnéia e natação. O projeto já foi visitado pela ONU. Segundo Urbieta, o Rio tem cerca de 3 mil praticantes de voos livres, dos quais 300 são da Baixada Fluminense.

– Do ponto de vista do turismo, a rampa Jesus de Nazaré vai contribui muito para divulgar positivamente a cidade de Seropédica – aposta Afonso Urbieta ao festejar sua última descoberta.

 

texto: Paulo Cezar Pereira, com fotos e vídeos de Afonso Urbieta.

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.