Rogério Lisboa: ” Nomeação de Cristina Quaresma mostra que o governador Witzel tem compromissos com a Baixada”

agosto 6, 2019 /

 

O prefeito de Nova Iguaçu, Rogério Lisboa, aplaudiu hoje, em entrevista ao Nova Iguassu Online,  a escolha de Cristina Quaresma, também chamada de a “Secretária do Povo”,  para comandar a secretaria estadual de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos em substituição a Fabiana Bentes. Para Lisboa, o governador Wilson Witzel  ‘”marcou um golaço com a Baixada” ao convidar Cristina para o cargo. ” O governador Witzel mostra que tem compromissos com a Baixada ao prestigiar a nossa região com uma Pasta importantíssima”, destacou o prefeito, amigo de Quaresma desde pequeno e admirador de seu trabalho na área social em Nova Iguaçu, Queimados e Mesquita, cidades nas quais ela trabalhou intensamente.

Rogério Lisboa vai procurar a nova secretária de Witzel, que será anunciada formalmente hoje ( 06/08), às 15 horas, no Palácio Guanabara, para ser parceiro de suas ações sociais na cidade que administra. Ele tem sugestões a fazer para reduzir e amparar as populações de rua. Embora negue, foi o presidente da Assembléia Legislativa, o deputado André Ceciliano (PT), que articulou com Witzel a ida de Cristina Quaresma para o secretariado estadual. Nesta tarefa, Ceciliano teve o apoio de deputados de diversos partidos na ALERJ.

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.