Retorno de Milton Campos à Presidência da Câmara de Queimados é marcada por tumulto. Vereadores foram parar na Delegacia de Polícia

junho 18, 2019 /

     Terminou na Delegacia de Polícia de Queimados a sessão que marcou o retorno do Vereador Milton Campos, do MDB, hoje (18/06) cedo, à Presidência da Câmara municipal daquela cidade. Milton e outros Vereadores foram parar na Delegacia, levados por policiais militares, porque seus adversários disseram que homens armados a ele ligados ligados estavam dentro da Câmara para garantir seu retorno ao comando do legislativo. Milton Campos pediu seu afastamento temporariamente da Presidência da Câmara, recentemente, para não perder o cargo diante das denúncias de que nomeara um Procurador da Câmara , Cássius Valério Teixeira da Silveira através de um documento falso de mestrado apresentado quando da realização de um concurso público em 2016.

 

A Câmara tem 17 vereadores e a maioria deles responsabiliza Milton Campos . Foi aberta uma CPI para que a denúncia seja investigada e os responsáveis punidos. Funcionários  da Câmara de Vereadores já são alvo de uma investigação.  Milton criou uma Comissão para apurar a denúncia 15 dias atrás e deu prazo de 180 parea dias para que sejam apontados os responsáveis pela fraude, e em seguida se afastou da Presidência.

No lugar de Milton Campos assumiu  o 1º Vice, Toninho Vira-Virou, do Progressitas. Houve reação do grupo majoritário ao retorno de Milton Campos na sessão de hoje e o tumulto se instalou rapidamente no plenário.

Com a chegada da Polícia Militar, alguns Vereadores foram levados para a Delegacia de Polícia. Milton, que está no exercício de seu séitimo mandato consecutivo,  disse ao Nova Iguassu Online que os homens que vistos armados no corredor de acesso ao plenário são seus amigos há anos e que são agentes da Polícia Federal.

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.