Queimados sela parceria pioneira com fundação internacional que une esporte e inclusão

abril 4, 2019 /

Rompendo barreiras para construir uma sociedade mais inclusiva. Para avançar nesta integração social, a Prefeiturabde Queimados, por meio da Secretaria Municipal de Educação, em parceria com a Special Olympics Brasil, lançou de forma pioneira no país o projeto “Escolas Unificadas”. A iniciativa visa unir educação e esporte em prol da construção um ambiente inclusivo de aceitação e respeito entre os jovens com e sem deficiência.

Os representantes da entidade, Larissa Demel (Gerente de ativação de juventude), Johamy Alabi (Gerente de desenvolvimento organizacional), Ana Soares (Diretora Administrativa) e o Coordenador do Programa Escolas Unificadas do Brasil, Rafael Fiuza, visitaram as quatro escolas municipais que receberão o projeto. O tour foi promovido para uma análise da rotina de ensino e das estruturas das unidades, que são: Joaquim de Freitas, Nelson Carneiro, Ubirajara Ferreira e Carlos Pereira Neto.

Os professores de educação física da rede já participaram do encontro de formação realizado pelo projeto. O foco do encontro foi a capacitação dos docentes para ministrar aulas mais inclusivas que estimulem a melhoria da qualidade de vida das pessoas com deficiência por meio da prática esportiva e o desenvolvimento do potencial preservado dessas pessoas, de uma forma que contribua para a superação de suas limitações.

No próximo mês, será a vez de todo o corpo escolar participar da formação, desde os porteiros até os diretores. “Não queremos que os alunos sejam simplesmente receptores, mas sim protagonistas da mudança e que os professores e demais agentes escolares sejam seus aliados”, afirmou o Coordenador, Rafael Fiuza.

Special Olympics Brasil

Criada em 1968, a Special Olympics Brasil é uma entidade sem fins lucrativos que promove o esporte para pessoas com deficiência intelectual. O programa possui aproximadamente cinco mil atletas de mais de 170 países, o que o torna o segundo maior evento esportivo do mundo, ficando atrás apenas das Olimpíadas.

“Já realizamos um lindo trabalho para integrar cada vez mais os nossos alunos nas atividades desenvolvidas, seja por meio das salas de recurso ou dos cuidadores. Nosso foco inicial será a inclusão através da modalidade do atletismo e, ao longo do ano, promover uma competição entre as escolas”, afirmou o Secretário da Pasta, Lenine Lemos.

Aloma Carvalho