Quartas de final da Libertadores terá duelo de brasileiros com Fla x Internacional nos dias 21 e 28 próximos

agosto 1, 2019 /

 

O Flamengo começou a partida no Maracanã como era esperado: pressionando, sem dar espaços para o Emelec, já que precisava fazer 2 a 0 para levar a decisão para os pênaltis. Em apenas 18 minutos, Gabriel já tinha acabado com a vantagem equatoriana. A vaga nas quartas, então, foi decidida nas penalidades, e o Rubro-Negro também venceu. Com uma defesa de Diego Alves e uma bola no travessão, os donos da casa fizeram 4 a 2 e eliminaram os visitantes.

 

Vaiado na vitória por 3 a 2 sobre o Botafogo por causa do segundo gol, de falta, de Diego Souza, o goleiro Diego Alves se redimiu contra o Emelec. Apesar da atuação discreta com a bola rolando, defendeu pênalti batido por Arroyo. Arrascaeta, Bruno Henrique, Renê e Rafinha fizeram para o Flamengo, que venceu por 4 a 2.

DE VOLTA ÀS QUARTAS

O Flamengo não ia às quartas de final da Libertadores desde 2010. Na ocasião, o Rubro-Negro foi eliminado pela Universidad de Chile. Agora, enfrentará o Internacional, num duelo de brasileiros nesta fase nas semanas dos dias 21 e 28

PÚBLICO E RENDA

Público pagante: 61.602
Público presente: 67.664
Renda: R$ 3.992.811,76

 

 

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.