Público se emociona na apresentação da Paixão de Cristo em Heliópolis

abril 22, 2019 /

Para celebrar a morte e ressurreição de Jesus Cristo, a Cia de Teatro Adorart apresentou o espetáculo teatral “A Paixão de Cristo”. A peça, que retrata parte da vida de Jesus Cristo, até a sua morte e ressurreição, é realizada na cidade há nove anos e já atraiu mais de 50 mil espectadores ao longo das edições.

O espetáculo que se tornou um dos principais eventos do calendário cultural de Belford Roxo, contou com a presença de secretários municipais, representantes do legislativo e de líderes religiosos que se juntaram ao público presente na atração gratuita, que teve início às 20h.

Jeferson Alencar representou Cristo

O diretor-geral da companhia, Jefferson Alencar, destacou a responsabilidade que gira em torno da montagem e exibição do espetáculo na cidade. “Nós começamos de forma artesanal, mas hoje a produção ganhou grandes proporções. Nos tornamos referência no município e com isso temos o dever de entregar um trabalho de qualidade. A arte salva e muda a vida das pessoas”, disse ele que ainda interpreta Jesus Cristo na peça.

A peça mobiliza jovens e adultos das comunidades locais em oficinas de dança, teatro, cenografia, figurino e adereços. Ao todo, 200 pessoas entre técnicos e artistas fazem parte da equipe. A companhia somou sete meses para convocação e três meses de ensaio.

No palco foram toneladas de alumínio, cabos, equipamentos de som, iluminação e de efeitos especiais. Este ano, a peça foi encenada na Praça de Heliópolis, ao contrário das apresentações anteriores, que foram realizadas parcialmente no interior de igrejas.

O ator Julio Cesar Ferreira comemorou a experiência de dar vida ao governador que ficou conhecido pela condenação de Jesus para a crucificação, Pôncio Pilatos. “É maravilhoso fazer parte desse momento, tão esperado pela população e que faz parte do calendário cultural de Belford Roxo”, afirmou.

Pôncio Pilatos fois representado pelo ator Júlio César Ferreira

A produção foi encenada em 16 atos e contou ainda com o apoio de bailarinos no elenco. Uma banda também interagiu durante toda peça com 13 músicas sendo tocadas ao vivo. O clima da Sexta-Feira Santa levou muitas famílias para a Praça de Heliópolis. “Estamos impressionados. Valeu a pena termos saído de casa. Todo mundo comenta sobre essa peça em Belford Roxo. Essa foi a primeira vez que assistimos, mas voltaremos no ano que vem”, disse o casal morador de Areia Branca, Isabela Acácia, 19 anos, e Lawson Pereira, 21, que trouxeram o filho Pietro de oito meses para as duas horas de espetáculo.

 

4 anexos

 

 

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.