Presidente da Alerj é homenageado por contribuição para a segurança pública no estado

julho 10, 2019 /

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), deputado André Ceciliano (PT), foi homenageado com a medalha Mérito Coronel Assunção, concedida pela Polícia Militar nesta quarta-feira (10/07), durante uma solenidade no 5° BPM, na Gamboa, no centro da Cidade. Além de Ceciliano, receberam a medalha os deputados Delegado Carlos Augusto (PSD), Coronel Salema (PSL), Bruno Dauaire (PRP), o governador Wilson Witzel, o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Claudio de Mello Tavares, e outras 24 autoridades, entre policiais, juízes e desembargadores.

Em seu discurso, Ceciliano destacou a parceria feita entre com o Executivo, com a transferência de recursos economizados pelo Legislativo para ações como a contratação de novos agentes. “A segurança pública hoje é o nosso maior problema, mas temos conseguido avançar. A Assembleia tem feito a sua parte, tem ajudado financeiramente para equipar as polícias civil e militar. Nossa obrigação é fiscalizar, votar leis, mas também estamos ajudando com nosso próprio orçamento”, disse Ceciliano.

O governador Wilson Witzel participou da entrega das homenagens e foi um dos agraciados. Durante discurso ele fez um agradecimento ao Legislativo destacando a colaboração da Alerj para a melhoria da segurança. “Tem sido um grande parceiro colaborando para a ampliação do Programa Segurança Presente, para ampliação dos quadros da polícia militar com os policiais que hoje estão em formação. São as economias que os deputados estaduais fizeram na Assembleia Legislativa que estão permitindo, com esta união de forças, superar as dificuldades”, disse o governador, que ainda citou o nome de todos os deputados estaduais presentes no evento: Delegado Carlos Augusto, Coronel Salema, Bruno Dauaire e Renato Zaca (PSL).

Coronel Assunção

Joaquim Antonio Fernandes Assunção, o Coronel Assunção, nasceu em São Paulo, em 10 de julho de 1823, e hoje dá nome à praça onde fica o 5º BPM. Recebeu o posto de Tenente Coronel do Imperador Pedro II por seu desempenho na Guerra do Paraguai. Em 1879, foi nomeado Comandante Geral do Corpo Militar da Polícia da Corte, morrendo neste mesmo ano.

Aloma Carvalho