Polícia cerca 3 bandidos e mata um deles após 11º assalto à Casa&Vídeo da Rua Bernardino de Mello, Centro de Nova Iguaçu

maio 31, 2019 /

Três homens armados foram surprendidos hoje por policiais militares, às 8h30m, assaltando a loja da Casa&Video localizada no número 2265 da Rua Bernardino de Mello, distante 30 metros da passarela do Caracol e paralela ao leito da via férrea, no Centro de Nova Iguaçu, Na peoximidades da estação ferroviária. Esta loja, segundo seus funcionários, já foi assaltada 10 vezes de um ano para cá. Um dos ladrões morreu a caminho do Hospital da Posse, atingido por policiais militares  do 20 º Batalhão durante a troca de tiros.

O trio de assaltantes estacionou o carro, um Cobalt branco, na Rua Carmine Papaléo, a 50 metros da Casa& Vídeo. Um dos ladrões foi preso próximo aeste carro.  O terceiro assaltante pulou um muro de mais de dois metros de altura e  invadiu o Condominio Flores e tentou fugir pela Avenida Doutor Mario Guimarães. Encurralado pelos policiais, acabou preso na esquina da Rua Dr. Thibau, em frente à Art_Pão, por um policial que estava de folga.Houve correria de quem,da passarela do Caracol, assistiu o enfretamento entre policiais e bandidos. A troca de tiros foi ouvida por moradores dos condomínios residenciais do lado nobre do Centro de Nova Iguaçu. A Polícia recuperou uma sacola cheia de celulares com os ladrões.

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.