Papa Francisco aceita renúncia de Dom Luciano Bergamim e nomeia Dom Gílson para comandar a Diocese de Nova Iguaçu

maio 16, 2019 /

 O Papa Francisco aceitou ontem (15/5) a renúncia ao governo pastoral da Diocese apresentada por Dom Luciano Bergamim, CRL. Ele será sucedido por Dom Gílson Andrade da Silva, até então bispo coadjutor da mesma diocese. A notícia, divulgada pelo Vaticano News, provocou reações carinhosas de fiéis católicos nas redes sociais ao trabalho de Dom Luciano durante 15 anos no comando da principal diocese da região da Baixada Fluminense. Eis o texto que Dom Luciano postou hoje em sua página pessoal no Facebook, ferramenta de comunicação que ele usa para divulgar informações e opiniões:

Agora bispo Emérito, Dom Luciano, 75 anos, vai morar em Mesquita

 

“Caros irmãos (ãs), no dia de ontem o Papa Francisco acolheu meu pedido de renúncia à missão de Bispo Diocesano da Diocese de Nova Iguaçu. E nomeou Dom Gilson, que já era Bispo Coadjutor, como Bispo Diocesano.

Agradeço a todos pelas orações, colaboração e amizade durante quase 17 anos e peço perdão pelas falhas cometidas.

Em breve, irei morar na casa dos Cónegos Lateranenses, em Mesquita, colocando-me à disposição de Dom Gilson naquilo que ele precisar de mim.

Agora nosso bispo diocesano é Dom Gilson que é muito bom e preparado. Rezemos por ele e e com ele colaboremos para a glória de Deus e o bem do povo.

Sempre unidos no Senhor e no amor ao próximo.”

 

Dom Luciano é, desde novembro de 2018, colunista do Nova Iguassu Online. A Diocese de Nova Iguaçu vai preparar uma grande festa para comemorar a nomeação de Dom Gílson, que é carioca.

Dom Luciano

 

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.