Nova Iguaçu ganha o novo viaduto da Barros Júnior com festa política e congestionamento na hora do almoço

março 29, 2019 /

 

Centenas de pessoas inauguraram hoje, na hora do almoço, o viaduto dos Imigrantes, que liga o Centro de Nova Iguaçu aos bairros do Rancho Novo e Jardim Esplanada. Elas atravessaram os 340 metros do viaduto caminhando atrás do pelotão principal em que estavam o governador Wilson Witzel,o prefeito Rogério Lisboa, o deputado federal Luiz Antônio Teixeira Júnior, o Dr. Luizinho, o  presidente da Alerj, André Ceciliano,  e o ex- deputado Felipe Bornier ,atual secretário estadual de Esportes, Lazer e Juventude. Minutos antes, debaixo de chuva, o bispo da Diocese de Nova Iguaçu, Dom Luciano Bergamim, abençoou rapidamente a obra, liberada ao tráfego de veículos às 13h30m com foguetório. As obras, realizadas pela emrpesa Oriente, custaram cerca  de R$ 30 milhões e foram pagas com recursos do governo estadual e da Prefeitura de Nova Iguaçu

Lisboa, que está dando sinais de que mais adiante avaliará a idéia de disputar a reeleição, subiu e desceu a rampa da pista do novo viaduto da Rua Barros Júnior do viaduto bafejado por servidores da Prefeitura e por cabos cabos eleitorais. Beijou e foi beijado por homens , mulheres e crianças e atendeu a todos os pedidos de selfie. Até mesmo a banda /fanfarra do Colégio Novo Horizonte atravessou a rodovia Presidente Dutra, sobre o novo viaduto, para animar a festa tocando dobrados conhecidos. O trânsito ficou congestionado por mais de uma hora no entorno do viaduto, com refelexos na Dutra, apesar da presença de muitos agentes comandados pessoalmente por Juarez Lisboa( pai do prefeito), um Delegado de Polícia aposentado e que colabora com a administração nos setores de transportes e trânsito. Juarez garantiu ao Nova Iguassu Online que, a partir de agora, o trânsito fluirá em vários pontos da área central de Nova Iguaçu. Chamou a atenção dos moradores, durante a festa,  a quantidade de buracos na calçada do antigo viaduto da Barros Júnior que agora será usado apenas no sentido Centro.

HOSPITAL DA POSSE VAI GANHAR MAIS R$ 5 MILHÕES MENSALMENTE

Witzel estava animado com o palanque cheio de políticos da Baixada, entre eles o prefeito de Seropédica, Anabal Barbosa, que se apoiava numa bengala. O governador citou a importância de Nova Iguaçu e anunciou que o Hospital da Posse receberá R$ 5 milhões mensalmente do governo estadual para ajudar no atendimento de urgência à população da Baixada Fluminense, embora este valor não resolva definitivamente os problemas enfrentados pelo cotidiano do hospital. Ele anunciou que este ano vai inaugurar escolas em várias cidades do Rio e disse que está vencendo a crise financeira trabalhando muito e combatendo a corrupção. O deputado André Ceciliano (PT) disse que a ALERJ tem ajudado o governo estadual a vencer a crise.

Depois de inaugurar o segundo viaduto da rua Barros Júnior, por onde passarão diariamente 25 mil veículos, Rogério Lisboa disse que sua prioridade, a partir de hoje, será trabalhar para acelar as obras de construção do viaduto de Comendador Soares, também retomadas após a posse de Witzel em substituição a Francisco Dornelles em janeiro último ( acusado de corrupção, o então governador Luiz Fernando Pezão foi preso no exercício do mandato). O terceiro viaduto em obras em Nova Iguaçu é o de Austin. Os três tiveram as obras iniciadas e depois interrompidas no último mandato do ex_prefeito Nelson Bornier.

 

texto e fotos: Paulo Cezar Pereira e Alziro Xavier ( Divulgação/PMNI)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.