Neymar diz a Leonardo que prefere o Barcelona e faz clube catalão agir

agosto 27, 2019 /

 

 

Na manhã de hoje (27), Barcelona e PSG se reuniram para decidir o futuro de Neymar. O encontro só aconteceu porque o jogador brasileiro conversou com o diretor Leonardo e externou sua vontade de retornar à agremiação da Espanha. Por isso, os dirigentes do Barça decidiram agir. A reunião aconteceu no escritório do PSG, e Pini Zahavi, empresário de Neymar ligado ao time parisiense, foi o responsável por intermediar a conversa. Além dele, André Cury e Humberto Paiva representaram o atleta. Segundo apurou a reportagem do UOL Esporte, o posicionamento do atacante brasileiro foi vital para o Barcelona agir.

A torcida do Barcelona aprova o retorno de Neymar

 

O clube catalão conta com a sensibilidade do presidente do PSG, Nasser Al-Khelaïfi, que cultivou um bom relacionamento com Neymar nesses dois últimos anos e, portanto, tem boa relação com o ex-Santos. Após o término da reunião, os representantes de Neymar saíram sem falar com a imprensa que aguardava fora do escritório. Após ter tentativas de empréstimos negadas pelo PSG, o Barcelona formulou outras propostas para apresentar na reunião. Uma soma em dinheiro, mais a possibilidade de empréstimos de jogadores como Dembélé, Rakitic e Semedo, serão oferecidos. O clube francês segue firme na ideia de que só os 222 milhões de euros investidos na contratação de Neymar há dois anos são capazes de possibilitar a transferência.

A terça-feira é dia de folga para o PSG. Neymar tem participado de todos os treinos com o grupo, inclusive os táticos, mas ainda com a expectativa de que uma transferência aconteça. O jogador, no entanto, já admitiu aos próximos a possibilidade de ficar no clube francês. Algo que não era considerado há dois meses, quando ele decidiu sair do clube parisiense.

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.