Ministério da Economia, em parceria com a Rede Incluir, promove no Rio a Feira de Emprego da Pessoa com Deficiência

agosto 18, 2019 /

Nos dias 20 de agosto e 17 e 19 de setembro ocorrerá, no Rio de Janeiro, o 6º Dia D, Feira de Emprego da Pessoa da Pessoa com Deficiência. O evento contará com a participação de mais de 100 empresas, que ofertarão cerca de duas mil oportunidades de trabalho, em diversas áreas. A feira é uma realização do Ministério da Economia em parceira com a Rede Incluir, com o Sistema Nacional de Emprego (SINE) Estadual e Municipal e com a Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência.

Entre as empresas participantes estão: Gerdau, South & Co, ICN – Itaguaí Construções Navais, ProEcho, Caçula, Supermercados Costazul, Fluzão Atacadão da Construção, Octodata, Supermercados Mundial, Universidade Estácio de Sá, Supermercados Guanabara, Firjan…

Para o coordenador da Rede Incluir (organização independente que reúne atores que atuam na inserção de Pessoas com Deficiência – PcDs e empresas do Rio), Antoniel Bastos, o encontro é a oportunidade para as empresas contratarem pessoas com deficiência e reabilitados do INSS em um único lugar: “Existe um grande abismo na contratação desses profissionais no mercado. Entre as dificuldades, posso destacar a falta de mobilidade na cidade”. Ele afirma ainda que a média de pessoas atendidas por evento é de 400 e que 40% delas conseguem um emprego.

Trata-se de uma iniciativa importante em um país cuja taxa de desemprego é alta: 13 milhões de brasileiros estão sem trabalho.  No Rio, o número de desempregados é recorde: 1,4 milhão de pessoas ou 15,3% da população, no primeiro trimestre de 2019, informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE.

Segundo Marcelo Freitas, coordenador do Projeto de Inserção de PcD e reabilitados do INSS no mercado de trabalho do Ministério da Economia: “O Dia D é a oportunidade para trazer à sociedade a questão da inclusão não só como uma atitude de responsabilidade social, mas também de aproveitamento das potencialidades que estão sendo descartadas. Além da descoberta das virtudes produtivas da diversidade, é um momento para alavancar as opções de recrutamento das empresas e as oportunidades para os candidatos, ao mesmo tempo em que promove a integração destes com os diversos atores da questão da inserção de PcD e reabilitados na sociedade”.

Especialistas das áreas de Saúde e de Previdência Social também estarão presentes aos eventos para esclarecer dúvidas, além de uma unidade móvel do Ministério da Economia que emitirá carteiras de trabalho para os interessados.

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.