Libertadores de 2020 já tem 10 campeões classificados

novembro 28, 2019 /

Com o fim do ano se aproximando e os campeonatos sul-americanos sendo definidos, a Copa Libertadores de 2020 começa a ganhar cada vez mais forma. São 30 os times já classificados para a próxima edição do principal torneio continental, sendo que dez deles já tiveram a oportunidade de, ao menos uma vez, levantar a tão sonhada taça. O país com mais campeões já confirmados para a Libertadores da próxima temporada é o Brasil: são quatro. Flamengo, campeão em 1981 e 2019, Palmeiras, em 1999, Santos, em 1962, 1963 e 2011, e Grêmio, em 1983, 1995 e 2017, têm vagas garantidas.

Em seguida, aparece a Argentina, com três campeões classificados: Boca Juniors, dono de seis títulos (1977, 1978, 2000, 2001, 2003 e 2007), River Plate, que já venceu em 1986, 1996, 2015 e 2018 e por pouco não levantou a taça mais uma vez nesta temporada, e Racing, em 1967. Completam a lista dois times uruguaios – Peñarol, campeão em 1960, 1961, 1966, 1982 e 1987, e Nacional, em 1971, 1980 e 1988 – e um do Paraguai, o Olímpia, que já faturou a Libertadores em três oportunidades: 1979, 1990 e 2002.

VEJA OS TIMES JÁ CLASSIFICADOS PARA A LIBERTADORES 2020:

ARGENTINA: Racing, Defensa y Justicia, Boca Juniors, River Plate e Tigre BOLÍVIA: Bolívar BRASIL: Flamengo, Athletico, Palmeiras, Santos e Grêmio.

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.