Japeri corre atrás de medalhas na 22ª edição dos Jogos da Baixada

agosto 19, 2019 /

A delegação de mais de 200 jovens atletas de Japeri foi uma das grandes atrações na solenidade de abertura da 22ª edição do Jogos da Baixada, maior competição sócio esportiva do estado, realizada neste fim de semana no Ginásio de Esportes da Vila Olímpica de Nova Iguaçu.

Promovido pelo jornal O DIA, em parceria com o Serviço Social do Comércio (Sesc), o evento reuniu cerca de 3 mil jovens de 13 municípios da região.

A pira olímpica foi acesa pela jovem Júlia Viceconti, de Nova Iguaçu, depois de fazer o revezamento da tocha com o aluno Victor Hugo de Oliveira, da turma do Sesc + Infância.

O prefeito de Japeri, Cezar Melo, que estava acompanhado dos secretários José Célio de Araújo, o Celinho, de Esporte, Turismo e Lazer; e Rodrigo Marques, de Governo, desejou “sucesso” aos jovens atletas e disse no seu discurso de abertura da solenidade que saúde, educação e esporte são os três pilares para a boa formação dos jovens.

“Uma pessoa sem saúde não tem condições de estudar, trabalhar e nem praticar esportes”, observou o prefeito, torcendo para que os Jogos da Baixada também revelem novos talentos para futuras competições olímpicas, defendendo a Baixada Fluminense e as cores do Brasil. “Vou torcer para que isso aconteça”, afirmou.

Presidente do Grupo de Comunicação O DIA, Daniel Penalva lembrou que ao longo das 22 edições do evento, os Jogos da Baixada já mobilizaram mais de 70 mil jovens.

“Tenho certeza que depois de passar pelos jogos, a gente forma novos cidadãos. A prática esportiva tem como objetivo principal gerar cidadania e a formação do indivíduo, do seu caráter, na relação com a sociedade”, disse, frisando que além de belíssimo, o jornal O DIA acredita no projeto como plataforma de mudança social na Baixada Fluminense.

O secretário Celinho parabenizou a organização do evento e pediu ao presidente do Grupo O DIA que continua realizando o evento em benefício dos jovens.

“Vocês não têm noção de como isso é bom para os jovens da Baixada Fluminense”, disse, anunciando que os atletas de Japeri vão se empenhar ao máximo para fazer papel bonito e conquistar uma boa colocação na competição.

O encerramento dos Jogos da Baixada será no dia 22 de setembro. Até lá, atletas das redes públicas e privadas de ensino estarão disputando oito modalidades esportivas: atletismo, basquete, futebol, handebol, vôlei, natação, futsal e xadrez.

As equipes — femininas e masculinas — serão divididas entre as categorias sub-14 e sub-17. A exemplo das duas edições anteriores, os atletas de Mangaratiba, na Região Metropolitana, participam como convidados. Além de incentivar o esporte, os Jogos têm importante impacto na economia da Baixada. Geram também cerca de 600 empregos diretos e indiretos.

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.