Homem cai do viaduto da Barros Júnior na pista da Dutra e Defesa Civil interdita passagem de pedestre

abril 2, 2019 /

Abandonado pela CCR nova Dutra desde 1995, quando houve a última obra de conservação de sua estrutura e da travessia de pedestre nos dois sentidos, o viaduto da Rua Barros Júnior – que liga o bairro Jardim Esplanada ao Conjunto Tertuliano Potiguara ( mais conhecido como Pombal) –  fez hoje, terça-feira,  sua primeira vítima: um homem, ainda não identificado, caiu do velho viaduto, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. A imagem da vítima caída na pista da Dutra viralizou nas redes sociais. Na sexta-feira da semana passada, quando da inauguração do viaduto dos Imigrantes, moradores que se utilizam do antigo viaduto reclamavam dos buracos e da insegurança na travessia nos dois sentidos. Na ocasião, o Nova Iguassu Online registrou, com foto, os buracos na pista de pedestre.

 

Ontem, numa belíssima foto na conta pessoal do fotógrafo Alziro Xavier nas redes sociais, muita gente elogiou a imagem e destacou que o novo viaduto está ajudando a melhorar o tráfego em alguns pontos da cidade.

Bombeiros foram acionados para o local, onde socorreram a vítima para o pronto socorro. O Hospital Geral de Nova Iguaçu informou que o homem passou por exames de tomografia e raio-x. O estado de saúde do paciente é estável. Ele está recebendo assistência também das equipes de Serviço Social e Psicologia do HGNI.
O antigo Viaduto da Barros Junior é de responsabilidade da CCR Nova Dutra, concessionária que administra a  Via Dutra desde 1995.  A Nova Dutra, é oportuno destacar, fatura milhões de reais com o pedágio que cobra dos motoristas que se utilizam da principal ligação entre Rio e Sao Paulo.

Agentes da Secretaria Municipal de Defesa Civil de Nova Iguaçu (SMDC) estão no local e interditaram a passagem de pedestres após um incidente.

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.