Hemorio coleta mais de 100 bolsas de sangue em Queimados

maio 7, 2019 /

Solidariedade incentivada por um simples projeto de escola. Assim começou esta terça-feira (7) para a jovem Andreza Nascimento (16), que doou sangue pela primeira vez graças à parceria entre a Prefeitura de Queimados e o Hemorio. Em sua sexta edição na cidade, a iniciativa já coletou mais de 600 bolsas de sangue.

“Achei essa oportunidade maravilhosa porque sempre tive desejo de ajudar e hoje ficou mais fácil por ter a coleta acontecendo aqui mesmo em Queimados. Minha turma da escola veio em peso ajudar e eu pretendo continuar doando por toda a vida”, declarou a aluna de logística do Colégio Estadual São João, que ao lado de mais 36 estudantes e da professora Janaína Rangel (49), marcou presença no ato, realizado no Centro de Artes e Esportes Unificados Planeta Futuro, no bairro São Roque.

De acordo com a estudante, bimestralmente, o Colégio Estadual São João desenvolve projetos para avaliações do período. “Este mês estamos promovendo o ‘Humanizar a Humanidade’ e um dos quesitos era justamente conseguir cinco doadores de sangue e levá-los ao ponto do Hemorio mais próximo, que para nós seria o Hospital da Posse. Com a vinda desta iniciativa para nossa cidade, tudo ficou mais fácil”, afirmou.

Por meio da cooperação entre as Secretarias Municipais de Cultura e Turismo, Educação e Saúde, 160 cadastros foram registrados durante a ação (destes voluntários, 103 foram considerados aptos a doar).

“Batemos nossa meta desde a visita de fevereiro, quando 121 compareceram e 93 pessoas doaram. Isso só é possível graças à vontade dos queimadenses de ajudar o próximo, mesmo que não o conheçam. Estamos muito felizes e queremos ter o Hemorio novamente conosco daqui a aproximadamente três meses”, afirmou o Secretário da SEMUCTUR, Marcelo Lessa.

Minutos que salvam vidas

Além de ações itinerantes como a realizada nesta terça, o Hemorio funciona diariamente na Rua Frei Caneca, 8, Centro, Rio de Janeiro. O órgão também atende pelo 0800 282 0708 (Disque-Sangue), de segunda a sexta-feira, exceto feriados, das 7h às 17h.

Os interessados em doar precisam ter entre 16 e 69 anos (pessoas com 16 e 17 anos só podem doar com a presença dos pais ou responsáveis legais), pesar no mínimo 50 kg, não estar em jejum, não ter consumido alimentos gordurosos nas últimas 3 horas e portar documento de identidade oficial com foto. A doação só não é permitida para mulheres grávidas ou amamentando, pessoas com febre, gripe ou resfriado, quem fez tatuagem há menos de um ano e pessoas com doenças hereditárias.

A coleta, que dura até 10 minutos, é precedida de uma triagem que conta com o preenchimento de um questionário e entrevista com psicólogos e médicos para checar o estado de saúde dos doadores.

Aloma Carvalho