Grupo técnico de Urgência e Emergência se reúne no Cisbaf

novembro 14, 2019 /

Governo do Estado, secretários municipais de Saúde da Baixada Fluminense, técnicos e Promotoria de Justiça voltam a se reunir no Cisbaf, na manhã desta quarta-feira (13), para dar continuidade à construção da grade de referências para os casos de urgência e emergência. A planilha irá nortear as equipes que trabalham na regulação do SAMU 192 e de pacientes críticos da urgência e emergência que necessitem de transferência entre unidades da região. A regulação visa organizar a assistência, considerando a classificação de risco, bem como otimizar os serviços de saúde disponíveis na Baixada.

Na prática, os atendimentos aos casos de urgência e emergência feitos pelo Samu 192 serão prestados por todas as portas de entrada dos serviços públicos de saúde, sejam elas hospitais, UPAs e PAM. Já a regulação do paciente crítico pressupõe que o mesmo se encontra em uma unidade de saúde, mas demanda ser transferido para outro equipamento de saúde com mais recursos em função da gravidade do seu quadro.

– A regulação de pacientes críticos de urgência e emergência entre unidades será agregada às funções da Central de Regulação do Samu 192, passando também à administração do Cisbaf. O trabalho será feito em sintonia, entretanto utilizando seus próprios protocolos e fluxos que estão sendo definidos conjuntamente –, explica a secretária executiva do Cisbaf, Rosangela Bello.

Aloma Carvalho