Frente fria desaba temperatura nas cidades da Baixada, mas chuva forte não causa desabamentos e vítimas

fevereiro 13, 2019 /

As fortes chuvas que caem em todo Estado do Rio de Janeiro desde a noite de ontem(12) fizeram despencar as temperaturas ( máxima de 26 e mínima de 19 graus neste momento no Grande Rio ) em diversas cidades, causaram alagamentos em vários bairros do Rio e da Baixada Fluminense, árvores caíram em vários bairros mas até agora a Defesa Civil não registrou desabamento ou morte. No entanto, vários bairros das Zonas Sul, Norte e Oeste estão sem energia, como São Cristóvão, Freguesia e Tijuca. O Sistema Alerta Rio, da Prefeitura, informou que o perigo ainda nao acabou, já que estão previstas chuvas fortes, com  trovoadas, para o período da tarde. Em Nova Iguaçu, o aguaceiro da madrugada causou os problemas de sempre: alagamentos na periferia e congestionamentos no já caótico trânsito da  cidade, situação agravada pelo fato de vários sinais estarem apagados em ruas importantes há meses. As escolas estaduais suspenderam as aulas hoje e as prefeituras de Nova Iguaçu, Belford Roxo e Mesquita também liberaram os alunos por causa do anúncio das fortes chuvas. Neste momento chove forte no Centro de Nova Iguaçu, o céu está encoberto e a temṕetura é de 24º C ,com previsão de chuva durante todo o dia .Nos últimos 15 dias, as cidades da Baixada registram temperaturas entre 35 e 40 graus positvos. Choveu muito forte de ontem para hoje em Paraty, Angra dos Reis, Teresópolis, São Gonçalo, Duque de Caxias, Itaboraí e Mangaratiba.

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.