Fluminense empata ( 1 x 1 ) com o Corínthians no Maracanã e é eliminado da Sul-Americana na estreia de Oswaldo de Oliveira

agosto 30, 2019 /

Graças a um gol marcado por Pedrinho aos nove minutos do segundo tempo, o Corinthians se classificou para as semifinais da Copa Sul-Americana com o empate em 1 a 1 com o Fluminense, ontem à noite, no Maracanã – Pablo Dyego fez para o time da casa após longa checagem da arbitragem de vídeo, mas não foi suficiente. Como o jogo de ida terminou empatado em 0 a 0 na Arena de Itaquera, o gol qualificado é que rendeu a vaga. O Corinthians tem pela frente o Independiente del Valle, do Equador. O jogo de hoje marcou a estreia do técnico Oswaldo de Oliveira no comando do Flu, que recebeu mais de 57 mil torcedores no Maracanã. Mas quem levou a melhor foi o time de Fábio Carille, que atingiu pela primeira vez em seis participações as semifinais da competição continental.

Os jogos da semifinal ocorrerão nos dias 18 de setembro, em São Paulo, e 25, em Quito. A outra chave tem Atlético-MG e Colón (ARG). Antes, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Fluminense recebe o Avaí na segunda-feira (2), e o Corinthians enfrenta o próprio Galo na Arena, domingo, às 19h.

Pedrinho decisivo

Desfalque na última partida do Corinthians e submetido a tratamento intensivo nos últimos dias por causa de dores no quadril, Pedrinho resolveu o jogo de hoje ao aproveitar uma bola espirrada após chute de Clayson e desvio de Igor Julião, aos nove minutos do segundo tempo. O meia ainda arriscou bolas de fora da área, deu movimentação ao setor ofensivo tentando se descolar da marcação e foi o melhor em campo no Maracanã. Foi seu segundo gol na Sul-Americana, sexto na melhor temporada como profissional. Ele saiu com dores no segundo tempo, substituído por Ramiro.

 

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.