Flamengo tem 3 meninas na equipe de ginastas do Brasil que disputará os Jogos Pan-Americanos de Lima

julho 25, 2019 /

O Flamengo terá três representantes na Seleção Brasileira que disputará os Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru. A Confederação Brasileira de Ginástica divulgou a convocação para a principal competição das Américas com os nomes das rubro-negras Flávia Saraiva, Jade Barbosa e Lorrane Oliveira. As ginastas do Flamengo se juntam a mais duas atletas para formar a equipe nacional.
Ao site da CBG, Francisco Porath, treinador da equipe feminina, disse que o time chega bem preparado para fazer bonito no Pan.
“Seguimos com a preparação forte para os Jogos Pan-Americanos e nosso objetivo é nos classificarmos para o maior número de finais possíveis e, desta forma, buscar o melhor resultado possível. Temos uma boa equipe e vamos trabalhar juntos para apresentar uma ginástica de qualidade”, destacou o técnico.
As meninas da Gávea, junto com as outras brasileiras, já entram em ação logo no dia seguinte da cerimônia de abertura dos Jogos, no dia 26 de julho. No sábado (27), haverá a disputa por equipes, com a qualificação e a final acontecendo no mesmo dia. A equipe nacional faz parte da subdivisão 3, ao lado de Estados Unidos, Peru, Bolívia, Costa Rica, El Salvador e Uruguai. As provas estão marcadas para começar a partir das 22h30 (horário de Brasília).

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.