Falta de leitos leva à morte 65 pessoas por dia

junho 10, 2019 /

São registrados no estado todo dia 65 mortes por falta de leitos de retaguarda utilizados para pacientes com doenças raras e crônicas. A informação foi revelada na última segunda-feira pela presidente do Conselho Estadual de Saúde, Záira Costa, durante audiência pública da Comissão de Saúde da Alerj, presidida pela deputada Martha Rocha (PDT). O levantamento é da Defensoria Pública da União e se refere a 2019. Segundo Záira, além das mortes, alguns hospitais se recusam a receber pacientes. Ela defendeu que os hospitais se adequem às normas do Ministério da Saúde. Outro dado divulgado é que o estado deixou de fazer mais de 104 mil exames do pezinho em 2016, o que impediu diagnósticos precoces para diversas doenças e causou inúmeras mortes de crianças.

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.