Em busca da meta nacional, Queimados antecipa preparação de alunos para a Prova Brasil

agosto 17, 2019 /

Os alunos do 5º e 9º ano das escolas municipais de Queimados realizaram nesta sexta-feira (16) o simulado para a Prova Brasil. Serão três testes cujo objetivo é ambientar os estudantes com o formato da avaliação – que ocorrerá em novembro – e diagnosticar as intervenções necessárias para melhorar o desempenho no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), que em sua última edição (2017) destacou a cidade como a que mais cresceu na Região Metropolitana com a nota de nota 4,55.

A iniciativa da Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Educação, faz parte de um pacote de medidas que visa reforçar a aprendizagem dos estudantes por meio de ações como: formação continuada aos professores, intervenções pedagógicas e orientações acerca do modelo das avaliações (uso correto do cartão-reposta, por exemplo)

O Secretário da Pasta, professor Lenine Lemos, afirma que o simulado é uma forma de entender em quais aspectos a educação da cidade deve focar para aprimorar a assimilação de conteúdo por parte dos alunos. “O resultado desta prova será o reflexo de todo o nosso trabalho para melhorar a qualidade do ensino e irá nos guiar nas práticas pedagógicas”, destacou. “O cartão-resposta das provas serão enviados para a SEMED, que fará a avaliação do nível educacional dos alunos para então reavaliar a prática pedagógica do ano”, acrescentou o gestor.

Avaliações acontecem em todo o país

Desenvolvida pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP/MEC), a Prova Brasil é uma avaliação que tem o objetivo de avaliar a qualidade do ensino oferecido pelo sistema educacional brasileiro a partir de testes padronizados e questionários socioeconômicos.

Os estudantes respondem questões de Língua Portuguesa, com foco em leitura, e Matemática, com foco na resolução de problemas. No questionário socioeconômico, os estudantes fornecem informações sobre fatores de contexto que podem estar associados ao desempenho. Professores e diretores das turmas e escolas avaliadas também respondem a questionários que coletam dados demográficos, perfil profissional e de condições de trabalho.

A partir das informações da Prova Brasil é feito o cálculo do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, que é o principal indicador de qualidade da educação básica. O Ministério da Educação estabeleceu meta para cada rede e escola, a ser cumprida a cada ano até 2021.

Aloma Carvalho