Duas pessoas morrem em desabamento de prédios em Itanhagá

abril 12, 2019 /

Dois edifícios residenciais, localizados na comunidade Muzema, zona oeste do Rio de Janeiro, desabaram na manhã desta sexta- feira (12). Até o momento, duas pessoas morreram e outras seis ficaram feridas. De acordo com a Prefeitura do Rio, as construções eram irregulares e tiveram as obras interditadas em novembro de 2018.

O Corpo de Bombeiros trabalha no local desde às 7h20 e tenta localizar outras 17 vítimas sob os escombros. A área ao entorno da tragédia foi isolada devido ao risco de outros prédios desmoronarem.

A Secretaria Municipal de Saúde do Rio informou que uma mulher de 35 anos chegou ao Hospital Municipal Lourenço Jorge com um trauma no abdômen e está em procedimento cirúrgico.

A comunidade da Muzema foi uma das áreas atingidas pelo temporal que atingiu o Rio no início desta semana e ocasionou a morte de dez pessoas, inundou casas, derrubou árvores e destruiu casas e carros em vários bairros.

Área dominada pela milícia

Segundo informações, a comunidade da Muzema é uma área sob o domínio de milícias. Os grupos paramilitares formados por PMs, militares, agentes penitenciários e civis exploram ilegalmente vários negócios na região. Um dos mais conhecidos seria o da construção irregular.

A Prefeitura informou, ainda, que cerca de 60 edifícios da região foram construídos de maneira irregular em zonas de alto risco de desmoronamento.

Foto:Reprodução

Aloma Carvalho