Delegacia de Polícia de Belford Roxo doa iogurte para alunos de Ciep administrado pela Prefeitura 

agosto 14, 2019 /

 

“Que delícia”! A frase foi disparada pelo menino deficiente visual, Davi Francisco, 11, enquanto saboreava um iogurte de morango, pela primeira vez, doado, não só para ele, mas para cerca de 600 alunos que estudam no primeiro turno do Ciep Municipalizado Constantino Reis, Bairro São Bernardo, em Belford Roxo. Os donativos partiram do delegado titular da 54ª DP, Mauro César, e do chefe da delegacia, Bruno Framback, depois que agentes civis encontraram as bebidas lácteas apreendidas juntas com outras mercadorias.

Diretor do Ciep, Fábio Rocha, 38, afirmou que adorou a surpresa. “Muito sensível a atitude dos policiais. A maioria dos alunos é de família carente e por isso, não costuma ter iogurte em casa para consumir”, disse o diretor. As bebidas foram distribuídas logo depois da merenda servida com feijão, arroz, torta de legumes e ovos e ainda melancia de sobremesa.

Davi saboreia a sobremesa

Novidade saborosa

Assim como o menino Davi Francisco, Marcos Gabriel Dias Nogueira, 14 e Vitor Daniel da Silva Germano, 12, fazem parte da turma de inclusão especial do colégio, composta por dezenas de alunos com deficiência visual e auditiva. Eles foram os primeiros a receberem as bebidas. “Depois da melancia, um iogurte é tudo de bom”, afirmou Marcos. “Eu sou devorador de iogurte. Adoro demais”, revelou Vitor. Mas para Davi foi uma novidade saborosa. Seus pais, são também deficientes visuais e estão desempregados. “Meu pai e minha mãe não têm dinheiro para comprar pra gente. Na minha casa nunca tem iogurte”, contou ele que tem mais dois irmãos menores.

 

Fotos: Cláudio Nunes /PMBR/Divulgação

 

 

 

 

 

 

 

 

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.