COMUNIDADE LGBT GANHA CENTRO DE CIDADANIA EM QUEIMADOS NA QUARTA-FEIRA(5)

dezembro 1, 2018 /

A Prefeitura de Queimados, através da Secretaria de Direitos Humanos e Promoção da Cidadania, em parceria com a Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Políticas para Mulheres e Idosos, inaugura nesta quarta-feira (05), por meio do Programa Rio Sem Homofobia, o Centro de Cidadania LGBT Baixada II.

O CENTRO DE CIDADANIA É O SEGUNDO DA BAIXADA FLUMINENSE

De acordo com o Prefeito Carlos Vilela o novo Centro abre espaço para o desenvolvimento de políticas públicas de enfrentamento à homofobia. “A população LGBT da Baixada Fluminense poderá contar com um espaço que garante sua cidadania. Estamos trabalhando para acolher essa população e oferecer atendimento especializado”, conta o gestor.

Para o Secretário de Direitos Humanos e promoção da Cidadania, Carlos Roberto, a idéia é oferecer um ambiente seguro para a comunidade. “Iremos oferecer atendimento jurídico, social e psicológico à LGBTs vítimas de violência, bem como para seus familiares e amigos. Queremos promover um local onde toda a comunidade e as pessoas ao seu redor se sintam seguras para realizar denúncias e serem acolhidas”, afirma o secretário.

A inauguração acontece no dia 05 de dezembro ás 14h, no próprio Centro, localizado na Rua Otília, 1495- Centro de Queimados. O atendimento será realizado de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. Para dúvidas, denúncias e pedidos de informações devem entrar em contato com o Disque Cidadania LGBT, no telefone 0800 0234 567.

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.