Rogério Lisboa comemora nas redes sociais os números do primeiro mês do Segurança Presente em Nova Iguaçu

setembro 19, 2019 /

O prefeito de Nova Iguaçu, Rogério Lisboa, está usando sua conta pessoal no Instagram para anunciar os números do primeiro mês do programa Segurança Presente em algumas áreas de seu município, como o Centro, Miguel Couto e Austin . O balanço é favorável e já começou a ser usado politicamente  pelo burgomestre. Candidato à reeleição, ele  está costurando com o governador Wilson Witzel o apoio da máquina estadual ao seu projeto de permanecer mais quatro anos no comando da Prefeitura, mas prefere permanecer no Democratas de seu amigo e padrinho político Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados.

Quarto colégio eleitoral do estado  ( o primeiro é o Rio de Janeiro, seguido por São Gonçalo e Duque de Caxias) , Nova Iguaçu tem  R$ 1,5 bilhão de orçamento previsto para este ano e está no limite da Lei de Responsabilidade ( LRF) com o pagamento de servidores. Filho de um Delegado de Polícia aposentado, Rogério Lisboa está jogando na segurança pública da cidade que administra  todas as cartas que ainda lhe restam há pouco mais de um ano para as eleições municipais.

Dias atrás, a Câmara de Vereadores aprovou a proposta de Rogério que  cria uma Guarda Municipal, armada. Seus futuros agentes serão primeiramente submetidos a um concurso público. Os aprovados farão um curso intensivo antes de irem reforçar a segurança em prédios públicos, escolas e postos de saúde.

Comerciantes do calçadão da Avenida Governador Amaral Peixoto e moradores do bairro nobre do centro residencial de Nova Iguaçu já comemoram a sensação de segurança em pontos movimentados. Na Praça e Skate, por exemplo, até mesmo grupos de viciados em drogas estão abandonando o local, ocupado por homens armados da Polícia Militar e da Polícia Civil. Donos de bares e restaurantes da Avenida Doutor Mário Guimarães começam a comemorar o retorno de clientes que não tinham coragem de descer dos apartamentos para um chopinho com os amigos nos bares.

Rogério Lisboa está tão convencido em se associar, como prefeito que vai disputar a reeleição, aos números iniciais do Segurança Presente que emissários seus pediram  a donos de restaurantes da rua em que reside parcerias para manter os policiais bem alimentados. Uma conhecida casa de massas da Avenida Doutor Mário Guimarães serve diariamente, gratuitamente, refeições a três policiais militares, sem bebida alcoólica

. Animados com a volta da freguesia, outros estabelecimentos também estão colaborando espontaneamente para manter o sucesso dos números das operações do Segurança Presente, um programa estendido à Baixada Fluminense porque é pago com recursos da Assembléia Legislativa do Rio.

Os números do Segurança Presente no primeiro mês de operação em Nova Iguaçu:

Abordagem: 2.170; Atendidos pela Assistência Social: 165; Presos em flagrante: 45; prisões de foragidos: 21.