O Balaio de Gato da política em Nova Iguaçu, Queimados e em Paracambi

setembro 7, 2020 /

 

Na foto acima, Lenine na convenção do PSDB que está homologando neste momento sua candidatura à prefeitura de Queimados
fotos: reprodução da internet/ Divulgação/Facebook
última atualização: 22h40m de 07/09/2020

 

*Paulo Cezar Pereira

 

Balaio de Gato é uma expressão popular que significa confusão, encrenca, situação difícil, embaraço ou desordem. E é assim que está, no momento, as alianças que estão se formando para as eleições municipais deste ano em Nova Iguaçu e as dificuldades dos partidos em cortarem pré candidatos com a redução para 11 cadeiras do número de vereadores para a próxima legislatura.

São muitos os pré candidatos a prefeito, mas alguns já estão pedindo o boné nas cidades da Baixada  antes mesmo de 16 de setembro, último dia das convenções que indicarão a nominata para a Câmara dos Vereadores e a chapa majoritária: prefeito e vice.

Aspirante pela segunda vez ao cargo de prefeito, Carlos Augusto, do PSD, que conquistou o mandato de deputado estadual em 2018 pela audiência do telejornal SBT Rio, do qual era comentarista de segurança, está ensaiando nos últimos dias cair fora da disputa majoritária e se jogar de vez no colo de Rogério Lisboa, do PP, candidato à reeleição.

Carlos Augusto barganha com Rogério Lisboa

A relação da dupla andou desandando depois que o prefeito exonerou Igor Porto, um tenente que trocou o Exército pela política. Afilhado político  de Carlos Augusto, um delegado de Polícia, Igor deixou a secretaria de Segurança Pública de Nova Iguaçu depois de realizar algumas ações contra aglomerações no centro comercial. As aglomerações continuam, a Covid-19 permanece fazendo vítimas fatais , mas Igor não foi até hoje anunciado como candidato a vice de Lisboa, o que ele e seu padrinho barganham.

 

 Delegado estaria “costeando o alambrado”

Nos últimos dais, depois de ensaiar novamente a pré candidatura, Carlos Augusto voltou a negociar sua saída da disputa. Ele estaria “costeando o alambrado ” ( gado que ameaça passar para a estância vizinha) , expressão do vocabulário de  Leonel Brizola para denunciar mudanças no comportamento de políticos. Para finalmente cair fora e apoiar o atual prefeito, o Delegado estaria reivindicando o retorno da secretaria de Segurança Pública ao seu comando e a extensão de seu domínio à assistência social, pasta com uma grande quantidade de cargos comissionados e com capilaridade nos quatro cantos do município.

No entanto, os aliados mais próximos de Rogério Lisboa trabalham pela indicação do nome do comerciante Tuninho da Padaria, ex-vereador e ex- secretário de Obras em Nova Iguaçu. A convenção do Progressistas (PP) está marcada para a próxima segunda-feira, dia 14, e até lá o prefeito de Nova Iguaçu continuará sendo pressionado pelos diversos grupos que apoiam sua campanha à reeleição. No grupo há quem defenda o nome do deputado federal Juninho do Pneu (Democratas) para vice na chapa.

 

    Cornélio não é mais candidato

Cornélio Ribeiro, entre Hamilton Mourão e Marcelo Lajes,  não atende mais  o celular

 

Quem arrumou uma grande encrenca em Nova Iguaçu é o ex-deputado Cornélio Ribeiro. Ele desistiu da candidatura a prefeito pelo PRTB, a legenda comandada pelo general Hamilton Mourão, Vice-Presidente da República. Os candidatos à Câmara de Vereadores que entraram na nominata do PRTB organizada por Cornélio estão desorientados. Empresário do ramo da construção civil, Cornélio acreditava que seu retorno ao ambiente político de Nova Iguaçu o ajudaria a construir uma candidatura forte para conquistar a Prefeitura.

Apesar do esforço, Cornélio conseguiu apenas a adesão do vereador oposicionista Marcelo Lajes, que foi para as redes sociais, como aspirante a vice, pedir votos para seu novo aliado. Cornélio não é mais visto nos bairros e seu celular não atende as chamadas para explicar as razões que o levaram a jogar a toalha.

Quem não não está levando problema político algum para realizar a convenção de seu partido, o PSDB, no próximo dia 16,  é o deputado estadual Max Lemos. Seu vice, já escolhido, é o ex-vereador Anderson Santos. Ele é sobrinho de Jorge Júlio Costa dos Santos, o Joca, o prefeito de Belford Roxo que foi assassinado em Laranjeiras, no Rio,  a caminho de uma reunião com então governador Marcello Alencar, no Palácio Laranjeiras, em 1994. Anderson sempre teve seus votos – que lhe deram 3 mandatos – concentrados na região da Posse e só perdeu a reeleição em 2016 porque a Câmara de Nova Iguaçu reduziu o número de cadeiras.

 

 Max e Berriel  já cuidam do plano de governo

Sebastião Berriel

Tal como Max, que está preparando seu plano de governo ouvindo setores da sociedade, Sebastião Berriel, o sindicalista da área de saúde que o PT escolheu para disputar a eleição de prefeito de  Nova Iguaçu, também está discutindo com as bases do partido e outros segmentos as propostas de sua campanha. Berriel e Max vão registrar o programa de governo em cartório, conforme exige a legislação atual. O vice de Berriel sairá de uma discussão interna do PT agendada para a próxima quinta-feira (10).

Além de terem espaço nobre na televisão durante o horário eleitoral gratuito ( em Nova Iguaçu a campanha é transmitida pela TV Bandeirantes, praça Rio), Max e Berriel tem a expectativa de  recursos do fundo partidário para campanha. O dinheiro que cabe aos partidos já está definido e é  distribuído de acordo com o tamanho da bancada federal eleita em 2016. Embora o PT tenha tido uma votação expressiva para a Câmara dos Deputados no último pleito, no Rio seu desempenho foi pífio. O Partido dos Trabalhadores elegeu apenas Benedita da Silva. Já os tucanos não elegeram ninguém. João Dória, governador de São Paulo, e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva são os principais cabos eleitorais do PSDB e do PT para alavancar votos para Max e Berriel, respectivamente.

Thiago Rachid é o vice de Rosângela Gomes

Thiago Rachid, entre os deputados Hélio Lopes e Alexandre Moraes, é o vice de Rosângela Gomes

A deputada federal Rosângela Gomes, do Republicanos, , confirmou hoje o nome de seu companheiro de chapa majoritária para disputar a prefeitura : será Thiago Rachid, pequeno empresário do ramo imobiliário e de uma família tradicional em Nova Iguaçu. Convocada para hoje (07/09), a convenção do Republicanos foi adiada para domingo ou segunda-feira próxima. A reunião partIdária será presencial, restrita apenas aos candidatos à Câmara de Vereadores, e será realizada na sede do Republicanos, na Rua Paiva Teixeira, Centro.

 

Dr. Letinho é  oficialmente candidato

Dr. Letinho

Oficialmente, apenas o PSC já tem os seus candidatos a prefeito e a vice em Nova Iguaçu: Wellington Guimarães, o Dr. Letinho,  e Coronel Penteado, ex-secretário de segurança da administração atual. O ex-prefeito Nelson Bornier é o principal cabo eleitoral de Dr. Letinho.

Psol define o vice de Leci em Nova Iguaçu

Professora Leci Carvalho, a pré candidata do Psol

Professor Léo Bruno, o vice do Psol

 

O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) de Nova Iguaçu definiu quem será o companheiro de chapa da pré-candidata à Prefeitura, Professora Leci. Ela mesmo anunciou pelas redes sociais o nome  do Professor Léo Bruno, servidor público.

PT e PMDB juntos em Paracambi

 

Saindo desse balaio de Gatos de Nova Iguaçu, o PT e o PMDB estão juntos na campanha para conquistar a Prefeitura de Paracambi. O presidente da Assembléia Legislativa, André Ceciliano, e o ex-Deputado Délio Leal, que comandam os dois partidos na cidade, decidiram lançar a chapa EliveltonGuilherme Leal. É a primeira vez que Elivelton vai disputar uma eleição. Seu candidato a vice é filho de Délio Leal e já foi vice-prefeito de Paracambi na administração do Professor Tarcísio, do PT. Lucimar do Dr. Flávio , do Democratas, vai disputar a reeleição.

 

Carlos Vilela desiste

 

O prefeito de Queimados, Carlos Vilela,  também desistiu de participar da campanha de reeleição. Além de não estar bem avaliado em pesquisas de intenção de votos, Vilela tem outros problemas sérios: as bases de seu governo estão pedindo votos há meses  para o Professor Lenine ( PSDB), ex-secretário de Educação, irmão do deputado estadual Max Lemos. Vilela disputaria a reeleição , mas desistiu para terminar as obras que faltam e cuidar da família. A esposa dele teve Covid-19 e ficou em estado grave. O nome de Lenine foi homologado hoje ( 07/09) sendo  homologado na convenção partidária. A candidata a Vice de Lenine é a Vereadora Fátima Sanches, a Doutora Fátima,do PP.

 

*Paulo Cezar Pereira é Jornalista