Cidades da Baixada ganham novas ambulâncias , mas prefeitos voltam a reivindicar hospitais na região

abril 15, 2019 /

 

Queimados realiza cerca de 250 atendimentos por mês e novos veículos possibilitam aumento em até 25% o número de ocorrências.Seropédica mostra ao povo as novas ambulâncias e a Van de 17 lugares adaptada para o transporte de cadeirante, mas prefeito Anabal cobra construção de hospital ao Ministério da Saúde. Mais da metade das parturientes atendidas em Seropédica são de bairros limítrofes de Nova Iguaçu, moradoras da região da antiga Rio-São Paulo, destaca Anabal, que dispõe de área para construção de um grande hospital em sua cidade mas não tem recursos para desenvolver um projeto desta importância.

Reforço de peso para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU)  na Baixada Fluminense com a entrega de 11 novas ambulâncias para as prefeituras de  Queimados, Seropédica, Nilópolis, Mesquita< Magé e Duque de Caxias. Na última sexta-feira (12), a Prefeitura de Queimados ganhou duas ambulâncias 0 km do Ministério da Saúde para aumentar a frota da cidade. Todas são modelo Sprinter e são equipadas com pranchas completas, cilindro de oxigênio e de ar condicionado, equipamento completo para oxigenioterapia e GPS integrado no painel de instrumentos, com o intuito de facilitar a chegada mais rápido ao local de socorro. No sábado, a nova frota de ambulâncis de Seropédica desfilou pelos bairros do município. No entanto, estas cidades não dispõem de hospitais de emergência, embora estejam localizadas nas proximidades da rodovia Presidente Dutra.

Os prefeitos Anabal ( Seropédica) e Carlos Vilela ( Queimados) insistem para que os governos federal e estadual os ajudem a resolver, de fato, esta demanda das duas cidades, principalmente a histórica falta de leitos na região. Com relação à conclusão do hospital de Queimados, desde que o contrato saiu do Consórcio Intermunicpal de Saṹde da Baixada Fluminense e passou para a Secretaria Municipal de Saúde e para a Secretaria estadual de Saúde, por decisão do ex-secretário Sérgio Cortes ( condenado por corrupção, cumpre pena em casa, com tornezeleira),  que o Cisbaf dixou de acompanhar as negociações para retomada das obras, iniciadas há 20 anos e nunca concluídas. Os prefeitos aguardam a chegada do novo ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, à Baixada para voltar a cobrar do governo f ederal as demandas da saúde pública da região, principalmenbte a de alta complexidade.

O SAMU tem como objetivo prestar um rápido atendimento as vítimas em situação de urgência ou emergência, reduzindo o sofrimento, riscos de sequelas ou mortes. “As novas ambulâncias têm todos os equipamentos necessários para garantir um atendimento seguro, com conforto e qualidade para o paciente, seja no inter-hospitalar e de rua”, declarou a Secretária Municipal de Saúde, de Queimados, Lívia Guedes.

Para solicitar o serviço de urgência e emergência móvel, basta ligar para o SAMU pelo 192. A Central de atendimento funciona 24h por dia e a ligação é gratuita para telefones fixos e móveis.

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.