Chuvas inundam bairros da Zona Sul do Rio e atingem a Baixada, Barra Mansa e Volta Redonda

abril 9, 2019 /

 Um forte temporal no Rio de Janeiro fez com que a cidade entrasse em estado de atenção no início da noite desta segunda-feira (8/4). Até o momento, 35 sirenes foram acionadas. O temporal já provoca trânsito intenso, interdição de ruas e acúmulo de água em vias. Choveu muito na Baixada Fluminense uma hora atrás e a previsão é de chuvas fortes durante a madrugada. Barra Mansa e Volta redonda também foram atingidas pelas fortes chuvas e decretaram estado de emergência.

Entre as estações mais afetadas segundo o Centro de Operações Rio (COR) estão: Recreio, Cidade de Deus, Bangu, Copacabana, Avenida Brasil/Mendanha e Barra/Barrinha. Além de chuva moderada e fraca em outros pontos da região.
A cidade entrou em estado de atenção por volta das 18h35 desta noite, devido à atuação de um sistema de baixa pressão no oceano. A chuva forte deve continuar na Zona Sul da cidade.

Estado de atenção

De acordo com o COR, o estágio de atenção é o segundo nível em uma escala de três e significa a possibilidade de chuva moderada, ocasialmente forte, nas próximas horas. Por isso, algumas das recomendações para os moradores da cidade são: permanecer em local seguro, evitar áreas sujeitas a alagamentos ou deslizamentos, verificar se há sinais de rachaduras em sua residência, redobrar atenção ao dirigir, e ficar atentos às informações divulgadas pelos veículos de comunicação.
A prefeitura também recomenda que os moradores se cadastrem no serviço de alertas da Defesa Civil via SMS. E caso seja necessário, acionar o Corpo de Bombeiros (193) ou Defesa Sivil (199).

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.