Caminhada pela Paz no Trânsito marca o Maio Amarelo

maio 19, 2019 /

Marcha, organizada por órgãos públicos e sociedade civil, mobiliza segmentos na luta contra os altos índices de acidentes de trânsito


O Detran.RJ participou da Caminhada pela Paz no Trânsito, na manhã deste domingo (19/05) na praia de Copacabana, zona sul do Rio de Janeiro. O evento foi mais uma ação do Maio Amarelo, movimento internacional que mobiliza segmentos públicos e privados na luta contra os altos índices de acidentes de trânsito. A marcha foi organizada por órgãos públicos e instituições da sociedade civil.

Segundo o coordenadora de Educação do Detran, Manoela Morgado, chamar atenção da sociedade é fundamental para que o número de mortes diminua.

 

– O mês de maio lembra esta causa tão importante, mas os acidentes acontecem durante todo o ano. Precisamos alertar as pessoas com ações preventivas e educativas para diminuir cada vez mais o número de vítimas de acidentes de trânsito – ressaltou.

Para a coordenadora da Operação Lei Seca, Verônica Oliveira, todos os atores do trânsito precisam saber seu papel.

 

– Temos que respeitar não só as leis de trânsito, mas também ter regras de convivência que envolvem todos os atores, sejam eles pedestres, ciclistas ou motoristas. A prioridade é a vida – concluiu.

O presidente da ONG Trânsito Amigo, Fernando Diniz, sinalizou que a Década de Prevenção e Segurança no Trânsito, estipulada pela Organização das Nações Unidas (ONU), termina ano que vem e o Brasil não conseguiu atingir a meta.

 

– Não temos o que comemorar porque o trânsito brasileiro é o que mais mata no mundo. Eventos como esse nos motiva a seguir trabalhando por essa causa – disse.

Participaram da passeata, representantes dos governos estadual e municipal, entidades privadas, ciclistas e cadeirantes agentes da Lei Seca vítimas de acidentes de trânsito.

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.