Câmara de Vereadores do Rio aprova instalação de processo de impeachment contra o prefeito Marcelo Crivella

abril 2, 2019 /

A Câmara de Vereadores do Rio, aprovou a instalação do processo de impeachment contra o prefeito Marcelo Crivella (PRB), com maioria ampla: foram 35 votos favoráveis e 14 contrários.

Para a Procuradoria da Casa, basta que a maioria dos presentes vote “sim” para a admissibilidade da denúncia apresentada pelo fiscal de renda Fernando Lyra. É a primera vez que um prefeito do Rio é submetido a um processo de impeachment desde a redemocratização do País.

Crivella (PRB) perdeu a votação (33 a 13), mas ganhou no sorteio. Levou a melhor comissão processante que poderia sonhar. Messina (PRB) foi o seu líder e é o seu chefe da Casa Civil, e Ramos Filho (Podemos) fugiu do plenário para não votar contra ele, informa a colunista Berenice Seara ( Extra,Extra !) em sua conta no Twitter.Teresa Bergher (PSDB) chamou o prefeito Marcelo Crivella (PRB) de chantagista e covarde, por ele tê-la exonerado para votar a favor do aumento do IPTU — coisa que ela se recusou a fazer. Teresa foi mais uma a se indispor com a claque do prefeito nas galerias.

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.