Apreendidas em Magé, pela Polícia Rodoviária Federal, 4 toneladas de maconha que seguia para o Chapadão

julho 12, 2019 /

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu, na noite desta quinta-feira, um carregamento com cerca de quatro toneladas de maconha que seguia para o Complexo do Chapadão, em Costa Barros, na Zona Norte do Rio. O flagrante aconteceu na Rodovia Rio-Teresópolis (BR-116), na altura de Magé, na Baixada Fluminense.
De acordo com a PRF, por volta das 18h30, agentes da corporação faziam uma fiscalização na altura do km 131 da via, quando desconfiaram do motorista de um caminhão. Ele, que tem 38 anos, ficou bastante nervoso quando foi abordado, aumentando a desconfiança dos policiais. Os agentes, então, fizeram uma vistoria no caminhão, quando a droga foi encontrada embaixo de uma carga transportada pelo veículo. Ela estava embalada em diversos tabletes. O motorista confessou que receberia R$ 5 mil para trazer a maconha de Ponta Porã (MS) até o Rio. Ele contou ainda que faria a entrega nas proximidades do Chapadão.
A droga e o material foram encaminhados para a sede da Polícia Federal, no Centro do Rio. O homem foi indiciado pelo crime de tráfico de entorpecentes. Se for condenado, ele pode pegar até 15 anos de prisão.

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.