AOS 100 DIAS, GOVERNADOR WITZEL TEM APROVAÇÃO DE 53,9% DOS CARIOCAS E FLUMINENSES

abril 18, 2019 /

imagem

Ao completar 100 dias à frente do palácio Guanabara, o governador Wilson Witzel tem a aprovação de 53,9% dos cariocas e fluminenses. O levantamento é do instituo Paraná Pesquisas. Os que desaprovam a administração estadual somam 38,9% dos entrevistados. Os que não sabem são 7,2%. A avaliação do governo do estado não reproduz exatamente os mesmos números da análise sobre o desempenho pessoal de Witzel. A avaliação positiva é de 30,5%, com 4,7% de ótimo e 25,8%, de bom. Regular são 33,8 % . E a avaliação negativa bate a casa dos 31,7%, com 14,95 de ruim e 16,8% de péssimo. A avaliação negativa (31,7%) supera ligeiramente a positiva (30,5%).

Durante os 100 primeiros dias como governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC) afirma ter cumprido 95 de 121 metas propostas para o estado. Os dados constam em resumo das ações do governo divulgado nesta terça-feira (16) e, segundo o documento, foram indicadas previamente no Plano Diretrizes, apresentado em janeiro.Do total de propostas, 6 foram canceladas e as outras 20 estão “em andamento”. Ao resumo apresentado foram acrescentadas outras 139 novas ações que, de acordo com o governo, também foram realizadas.Ao todo, o Palácio Guanabara alega ter implementado 254 medidas.

O Paraná pesquisas também avaliou o governo de Jair Bolsonaro no Rio de Janeiro. A situação dele é ligeiramente melhor do que a de Witzel. O presidente é aprovado por 55,7% dos cariocas e fluminenses. E desaprovado por 38,2%. Já o governo de Bolsonaro tem avaliação positiva de 36% (ótimo, 10,8% e com de 25,2%). Os que consideram o governo Bolsonaro

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.