Alunos de Teatro do CEU Planeta Futuro de Queimados ganham premiação no festival FENARTE

julho 3, 2019 /

Nos palcos, o amor pela arte e atuação levou seis alunos do curso de teatro do Centro de Artes e Esportes Unificados Planeta Futuro, em Queimados, a receberem importantes reconhecimentos na FENARTE (Festival dos Alunos de Projeto Nós da Arte). O evento foi realizado no dia 11 de Junho, em Nova Iguaçu, e os jovens queimadenses ganharam prêmios nas categorias de atriz e ator revelação, além de indicação ao prêmio de melhor diretor.

Criadores de quatro esquetes (peças curtas, com duração de 10 minutos), os alunos com idade entre 16 e 26 anos fazem parte do segundo módulo do curso de teatro. As histórias escritas pelos atores contam sobre o cotidiano de pessoas comuns, com uma dose de comédia e drama. As peças também abordaram assuntos como depressão, suicídio e relações familiares conturbadas.

O projeto teatral faz parte da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo e tem como objetivo despertar nos jovens as aptidões artísticas e culturais, além de possibilitar a liberdade de expressão através das aulas. “O nosso povo queimadense é formado por gente simples, porém muito ativo e entusiasmado e, todas as pessoas possuem sua forma de expressar, pensar, agir e sentir e, essas características são essenciais para o teatro. Ver estes jovens talentos desabrochando no seio de nossa cidade, é motivo de honra para todos nós. O trabalho da gestão na cultura segue firme e atuante”, afirmou o Secretário da Pasta, Marcelo Lessa.

Durante o evento foram premiados nas categorias: melhor atriz coadjuvante, Lúcia Eduarda (16); ator revelação, Emanuel Sedano (23); ator coadjuvante, Jorge Motta (22); ator, Thiago Queiroz (26); ator e esquete 2018, João Rocha (19), que também foi indicado ao prêmio de diretor 2019.

Para o professor e ator, Emerson Matos (29), que ministra as aulas no CEU, as premiações são motivos de grande orgulho. “Já passaram muitos jovens e adultos com diversas vocações durante esses três anos de curso. A vibração na atuação deles mostra o quanto eles carregam a arte na veia, o que é essencial nos palcos”, concluiu.

Aluno do curso de teatro e diretor das pequenas peças produzidas pelo grupo, João Rocha (19), tem muitos motivos a brindar sua participação. “Essa oportunidade de participar do grupo teatral aqui do CEU, abre portas para quem deseja seguir na carreira artística. Pretendo ingressar na faculdade de artes cênicas em breve e seguir com as aulas ministradas aqui pelo nosso professor Emerson. Tenho muitos planos para o futuro e vivo essa arte no meu dia a dia” afirmou o morador do Centro da cidade.

Foto: Thiago Loureiro/Divulgação

Aloma Carvalho