ALERJ VAI DISCUTIR ACIDENTE COM TRENS DA SUPERVIA, CRISE FISCAL NO RIO E DEMISSÕES NA CEDAE

março 23, 2019 /

A Comissão de Transportes da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) promove nesta segunda-feira (25/03), audiência pública com o tema “Acidente com trens da Supervia – Causas, Responsabilidades e Apuração do ocorrido em 28 de fevereiro”.  A reunião acontecerá  às 10h, na sala 316, no Palácio Tiradentes. Segundo o deputado Dionísio Lins (PP), presidente da comissão, o objetivo é acompanhar e apurar a real situação de todo o sistema, desde as condições de funcionamento das composições, seus maquinários, sinalização e condição de desgaste e uso dos trilhos, principalmente nos ramais mais distantes como Baixada Fluminense e interior.

“É lamentável que em pleno século 21 onde a tecnologia está super avançada, acidentes como o ocorrido, que vitimou o maquinista da composição, ainda aconteçam. Queremos que o ocorrido seja apurado e os culpados punidos no rigor da lei. Mas o mais importante é evitar que esses acidentes voltem a acontecer no futuro” afirmou o parlamentar.

Confirmaram presença o presidente da Agência Reguladora de Serviços Públicos Concedidos de Transportes Aquaviários, Ferroviários e Metroviários e de Rodovias do Estado do Rio de Janeiro (Agetransp), Murilo Provençano dos Reis; o secretário de Transportes, Robson Ramos; a representante da Defensoria Pública, Drª Patrícia Cardoso;  e o presidente da Central de Logística, Ulysses Monteiro Jorge. São aguardados ainda os  representantes do Ministério Público, da Supervia, Rio Trilhos e Sindicato dos Ferroviários.

Alerj debate demissões na Cedae

A Comissão de Saneamento Ambiental da Assembleia Legislativa (Alerj) realizará audiência pública, segunda-feira (25/03), para discutir demissões promovidas pela nova gestão da Companhia Estadual de Águas e Esgoto (Cedae).

A reunião acontecerá  às 9 horas no Plenário Barbosa Lima Sobrinho, no Palácio Tiradentes.

“Vamos cobrar esclarecimentos sobre os atos que levaram às 54 demissões e dos procedimentos adotados em relação ao abastecimento de água e às questões de saneamento no estado. Estaremos em defesa da população e de profissionais que dedicaram boa parte de suas vidas ao trabalho na Cedae”, disse o presidente da comissão, deputado Gustavo Schmidt (PSL).

Entre os convidados, está o presidente da companhia, Hélio Cabral Moreira.

CPI da Crise Fiscal vai tratar do setor de óleo e gás no Rio

A área de petróleo e gás será tema da próxima audiência pública da CPI da Crise Fiscal da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj). A reunião vai tratar do incremento na produção do setor no Estado do Rio nos próximos 20 anos e sobre as expectativas de crescimento nos repasses de royalties. Presidido pelo deputado Luiz Paulo (PSDB), o encontro será realizado nesta segunda-feira, às 14h, na sala 311 do Palácio Tiradentes.

“Vamos discutir também o novo Repetro nos estados do Rio de Janeiro, Espírito Santo e São Paulo, as perdas nos valores de repasses de royalties e as participações especiais por fraudes das concessionárias, além de relembrar o histórico da nova metodologia de cálculo do preço do petróleo e os leilões da Petrobras”, afirmou o parlamentar.

Foram convidados para a audiência os titulares das secretarias de Estado da Fazenda, Casa Civil e Desenvolvimento Econômico e representantes do Ministério Público, Tribunal de Contas do Estado (TCE), Agência Nacional do Petróleo (ANP), Instituto brasileiro do Petróleo (IBP), Tribunal de Justiça e Procuradoria Geral do Estado (PGE), Federação da Industrias do Estado do Rio (Firjan) e Federação dos Petroleiros.

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.