Alerj entrega premiação aos vencedores do Parlamento Juvenil

junho 27, 2019 /

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) entregou, nesta quarta-feira (26/06), um laboratório multimídia ao Ciep Brizolão 179 – Professor Cláudio Gama, localizado no município de São João de Meriti. Agraciada com computadores completos, tela de projeção, notebooks, impressora e uma lousa digital, a escola foi a vencedora do Concurso da Bandeira do Parlamento Juvenil (PJ) 2017/18, uma parceria da Alerj com a Secretaria Estadual de Educação (Seeduc).

O concurso cultural recebeu mais de 1.200 inscrições de escolas de todo o estado. Desse total, restaram 14 finalistas que representavam uma região na divisão da Seeduc. Os parlamentares juvenis eleitos escolheram, pela internet, as três melhores bandeiras que simbolizavam a proposta do PJ.

O melhor desenho escolhido foi o de Felipe dos Santos Stun, ex-aluno do Ciep Brizolão 179, que ganhou notebook, tablet e smartphone. Representando Felipe na cerimônia, a sua mãe Ana Paula Santos disse que o comprometimento do filho com a tarefa deixou um patrimônio aos novos alunos e a escola. “Na época em que ele estudou lá, os alunos não podiam desfrutar desses equipamentos todos que o Ciep ganhou. Agora, outros estudantes poderão aproveitar essas tecnologias”. A segunda colocada na mesma votação foi Yasmin Silvares de Azevedo, do Ciep 323 – Maria Werneck de Castro, que recebeu tablet e smartphone. Em terceiro lugar ficou João Pedro Monteiro, ex-aluno do Ciep 165 – Brigadeiro Sérgio Carvalho, beneficiado com um smartphone.

Gestor do Parlamento Juvenil, o ex-deputado Wanderson Nogueira, que coordenou o programa na última legislatura, comentou a importância do concurso para o parlamento fluminense e para os estudantes secundaristas: “A Alerj é apenas o fio-condutor dessa história. Os verdadeiros donos são os alunos da rede estadual de ensino. A Casa, através do Parlamento Juvenil, busca promover uma democracia participativa, a tal ponto de eles criarem o símbolo, escolherem os melhores, e serem os proprietários”.

Nesse sentido, o deputado que preside o Parlamento Juvenil, Renan Ferreirinha (PSB), defendeu o engajamento da juventude na política. “Neste ano, nós tivemos 92 municípios inscritos no Parlamento Juvenil. Isso mostra que o jovem está interessado na política e na construção democrática. Quem passa pelo PJ pode até optar por não seguir o caminho da política, mas certamente será um cidadão melhor e mais consciente dos seus direitos e deveres”, afirmou Ferreirinha.

Aloma Carvalho