Abraham Weintraub é o novo ministro da Educação

abril 8, 2019 /

O presidente Jair Bolsonaro anunciou, nesta segunda-feira (8), pelo Twitter, a demissão do ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez. e quem assumirá o cargo será Abraham Weintraub. A exoneração de Vélez e a nomeação de Weintraub foram publicadas hoje em uma edição extra do Diário Oficial da União.

“Comunico a todos a indicação do Professor Abraham Weintraub ao cargo de Ministro da Educação. Abraham é doutor, professor universitário e possui ampla experiência em gestão e o conhecimento necessário para a pasta. Aproveito para agradecer ao prof. Velez pelos serviços prestados”, afirmou o presidente nas redes sociais.

Durante os dois meses e meio à frente do Ministério da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez envolveu-se em uma série de polêmicas, em uma delas, o ex-ministro afirmou querer mudar os livros didáticos para revisar a maneira como tratam a ditadura militar e o golpe de 1964. Em outra ocasião, Vélez pediu a escolas que filmassem alunos cantando Hino Nacional e enviassem o vídeo ao MEC. Voltando atrás após a negativa repercussão. Ele também afirmou que a universidade não é para todos.

Novo Ministro

O novo ministro da educação, Abraham Weintraub, já trabalhava no governo Bolsonaro. Ele era secretário-executivo da Casa Civil, o segundo cargo mais importante dentro da pasta. Antes, atuou na na equipe do governo de transição do presidente.

Weintraub é formado em Ciências Econômicas pela Universidade de São Paulo (1994) e mestre em administração na área de finanças pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Ele é professor da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e atuou no mercado financeiro por mais de 20 anos. Na iniciativa privada, trabalhou no Banco Votorantim por 18 anos, onde foi economista-chefe e diretor, e foi sócio na Quest Investimentos.

Aloma Carvalho