Abertura do mercado de gás tem potencial para destravar R$ 380 bilhões em investimentos, avalia Firjan

julho 24, 2019 /

Programa do Novo Mercado de Gás anunciado hoje pelo Governo federal tem potencial para destravar R$ 380 bilhões em investimentos, segundo análise técnica da Firjan. No Rio de Janeiro, o monopólio na produção e distribuição do produto representa um risco para 40 mil empregos industriais, devido ao alto custo do gás para a indústria.

O anúncio da redução de 9,8% no GLP também merecer ser comemorado e um indicativo de para onde o gás natural também merece rumar. Mas a Firjan ressalta que do mesmo modo deve ser revista a precificação do gás natural, a qual deverá sofrer um ajuste positivo de 3,55% no Rio a partir de agosto.

A Firjan defende a abertura de fato do mercado de gás natural, que apenas assim poderá haver redução real do preço final ao consumidor. A redução no valor é fator essencial para aumento da competitividade do setor produtivo.

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.