Alerj ajuda governo estadual e Nova Iguaçu ganha Programa Segurança Presente nesta sexta-feira (16)

agosto 16, 2019 /

O Programa Segurança Presente, do Governo do Estado, será lançado nesta sexta-feira (16), em Nova Iguaçu, às 8h, na Praça Rui Barbosa, no Centro da cidade. O projeto será implantado em todos os municípios e só foi possível porque o presidente da Assembléia Legislativa, André Ceciliano, cortou que possibilitaram a parceria da Alerj com o governo estadual.

A contratação de mais policiais que integrarão o programa Segurança Presença em todos os municípios da Baixada é consequência, portanto, da gestão dos recursos orçamentários do parlamento fluminense. O programa, que tem o propóisito de reduzir drasticamente o número de roubos a transeuntes, ao comércio e residências no Centro e nos bairros de Miguel Couto, Austin, entre outros, será viabilizado com o dinheiro que a ALERJ deixará de gastar nos próximos quatro anos.

O programa Segurança Presente tem o objetivo de promover ações de segurança pública visando um ambiente seguro e realiza ações de apoio social como o acolhimento de moradores em situação de rua.

A operação funcionará diariamente, das 8h às 20h, e atuará no centro comercial da cidade de Nova Iguaçu, incluindo as ruas Coronel Bernardino de Melo e parte da Via Light, além dos bairros de Austin e Miguel Couto.

o prefeito Rogério Lisboa e o governador Witzel estão juntos por mais segurança em Nova Iguaçu

Segundo a Pefeitura de Nova Iguaçu, na cidade serão investidos R$ 31 milhões. A operação contará com 96 agentes fixos, entre policiais militares e agentes civis egressos das Forças Armadas e três assistentes sociais que farão atendimentos na base.

Além disso, todos os dias serão disponibilizadas 37 vagas para policiais militares que queiram trabalhar na folga.

Investimento na segurança

A Alerj vem economizando recursos de seu orçamento e devolvendo ao Governo do Estado para aplicar em várias áreas, uma delas, a Segurança Pública. Somente este ano, a Casa devolveu R$ 150 milhões aos cofres estaduais, até o fim do ano terão sido devolvidos R$ 400 milhões no total. Entre as ações permitidas com esses recursos estão a convocação de mais de três mil PMs, a reforma de IMLs, investimentos em perícia técnica, aquisição de minicaveirões para patrulhamento da área urbana de comunidades, entre outras. Em três anos, a Alerj terá devolvido um total de R$ 1 bilhão ao Governo do Rio.

Para o presidente da Alerj, deputado André Ceciliano essa parceria é importantíssima para garantir a retomada do crescimento econômico e consequentemente a geração de empregos. “Muitas empresas saíram da Baixada por causa da violência e com elas foram embora as oportunidades. Os investimentos na Segurança da região são fundamentais para trazer se volta a paz e os empregos”, afirmou o deputado em reunião da Frente Parlamentar em Defesa da Baixada Fluminense no mês de junho. Na ocasião, o governador Wilson Witzel anunciou que o programa Segurança Presente viria para Nova Iguaçu.

Aloma Carvalho