Rodrigo Maia lamenta saída de Levy do BNDES

junho 17, 2019 /

Nesta segunda-feira, dia 17, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, disse a imprensa que a saída do economista Joaquim Levy do comando do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômica e Social (BNDES) “é uma covardia sem precedentes”.

O economista pediu demissão do último domingo (16) após declaração do presidente da república, Jair Bolsonaro, sobre estar “por aqui” com Levy por não ter atendido seu pedido de retirar o advogado Marcos Barbosa Pinto da diretoria de Mercado de Capitais do banco. Bolsonaro pedia sua saída por Marcos ter atuado no governo PT.

Para Maia: “ninguém é obrigado a ficar com um servidor de segurança se deixou de ser de confiança”.

Aloma Carvalho